Imagens do documentário de Avicii mostram DJ exausto meses antes da morte

Preocupado com a saúde, Avicii deixou de fazer shows em 2016 (Rep./Facebook)

Preocupado com a saúde, Avicii deixou de fazer shows em 2016 (Rep./Facebook)

A inesperada morte de Avicii, aos 28 anos, ainda não teve causas divulgadas, mas pode ter tido raiz no estilo de vida pouco saudável de trabalho extenuante mantido pelo DJ até 2016, ano em que deixou os palcos.

Morto na sexta-feira (20), Avicii decidiu parar de fazer shows em 2016 justamente por estar preocupado com sua saúde mental e física. No documentário “Avicii: True Stories”, que narra a trajetória do anúncio da aposentadoria, o DJ aparece visivelmente abatido e exausto, com dificuldade até mesmo de abrir os olhos ao dar uma entrevista.

Lançado seis meses antes da morte do músico, o filme contém relatos sinceros sobre drogas e ansiedade. Durante os minutos de documentário, Avicii aparece falando até mesmo que morreria caso não parece de fazer shows.

Lidando com a pressão de continuar se apresentando, desabafou: “Quando eu decidi parar, eu esperava algo completamente diferente. Eu esperava apoio, principalmente considerando tudo pelo que passei”. Avicii já havia falado publicamente sobre problemas com álcool e outras drogas, além de pontuar sobre sua dieta baseada em fast food, energéticos e cigarros.

Por Laura Máximo

#comentários

Compartilhar