Jay-Z confirma traição a Beyoncé e diz que música foi ‘terapia’

Crise do casal foi superada por meio da música (Divulgação)

Crise do casal foi superada por meio da música (Divulgação)

Tanto o álbum ‘Lemonade’, de Beyoncé, quanto ‘4:44’, do rapper Jay-Z, são obras profundas e pessoais que falam da crise no relacionamento do casal. Agora, Jay-Z admitiu que ele e a mulher fizeram um disco em conjunto (que não foi lançado até o momento) como uma forma de terapia, bem como revelou que, de fato, traiu a esposa.

“Nós usamos nossa arte como se fosse uma sessão de terapia e começamos a compor músicas juntos. Paralelamente, o álbum que ela estava fazendo na mesma época se tornou o oposto do álbum que fizemos juntos”, contou o rapper à revista ‘T Magazine’.

Jay-Z afirmou que o fato de Beyoncé escrever letras tão abertas sobre a dor que sentiu e ele assumir sua traição foi uma tarefa difícil, mas considerou algo muito positivo para a superação do momento conturbado pelo qual passaram.

“Foi desconfortável e nós conversamos bastante. Sabe, eu estava realmente orgulhoso do trabalho dela e ela gostava muito da minha arte. Ao final do dia, nós tínhamos um respeito saudável pelo trabalho um do outro. Eu a acho incrível”, disse o artista.

Desigualdade racial

Durante a entrevista, Jay-Z ainda falou sobre desigualdade racial. Ele disse que considera mais importante viver dos talentos que possui do que ter sucesso e que cada um tem um papel a cumprir na luta por direitos iguais a todos.

Veja também:
Roger Waters faz 'show político' em SP e põe Bolsonaro entre neofascistas

“Nós temos a responsabilidade de levar a discussão adiante até que todos sejamos iguais. Porque enquanto todos não forem livres, ninguém será livre”, disse. E comentou que ainda se depara com o racismo mesmo após o sucesso.

“Mas acontece principalmente quando eu tento mudar as coisas. Quando eu fico quieto e tomo uma atitude mais para o entretenimento, então tudo fica bem e isso não aparece”, revelou.

Por que infiel?

Em outra entrevista, ao jornal ‘The New York Times’, Jay-Z detalhou um pouco mais a traição – que, segundo ele, foi um recurso para desligar-se de suas emoções. “Você tem que sobreviver. Aí você entra em modo de sobreviência e o que acontece? Você desliga todas as emoções. Então, mesmo com as mulheres, você vai se desligar emocionalmente, você não consegue se conectar… No meu caso isso vai fundo. E tudo acontece a partir daí: infidelidade”, disse.

Por Igor Miranda (@silvercm) e Estadão Conteúdo

Compartilhar

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]