Joelma conta que ordem de restrição contra Ximbinha ainda está ativa

A cantora Joelma aproveitou o aniversário da Lei Maria da Penha, que comemorou 12 anos nesta terça-feira (7), para tocar novamente em um assunto polêmico sobre sua vida pessoal: o conturbado divórcio com Ximbinha.

Ela revelou que está protegida pela Lei há três anos, desde quando se separaram em 2015, e que a medida preventiva continua ativa. Isso significa que o músico não pode falar ou se aproximar dela.

“Ele não pode falar comigo nem se aproximar de mim. Ele é do tipo de homem que sai do controle quando bebe. Ele é uma pessoa, e com bebida é outra. Muitas mulheres não expõem por vergonha. Eu também tinha. Não queria que algo tão pessoal viesse à tona”, falou a cantora.

Joelma revelou que o ex-marido era muito agressivo quando bebia, mas que as agressões não eram comentadas na época para preservar a família e porque ela sentia muita vergonha. “Depois de três anos, ele tentou me jogar do segundo andar de uma casa em Recife […] ele era muito tranquilo, mas não podia ser contrariado”, contou Joelma em entrevista ao Fantástico.

Apesar das negações por parte de Ximbinha, as acusações foram confirmadas na época por Natália, uma das filhas de Joelma.

Hoje, Joelma está solteira, mas se diz pronta para um novo relacionamento. “Já amei, já desamei. Estou solteira por enquanto, mas quem tem Deus, não tem trauma”.

Filho de Will Smith quer gravar com brasileiros e recebe milhares de propostas

#comentários

Compartilhar