Justiça do RJ bloqueia R$ 3 milhões da conta de Anitta

Assessoria de Anitta negou bloqueio de bens; Justiça confirma (Divulgação)

Assessoria de Anitta negou bloqueio de bens; Justiça confirma (Divulgação)

A 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, determinou, no fim da semana passada, que R$ 3 milhões da conta de Anitta fossem bloqueados. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (13), pelo jornal O Globo.

O bloqueio de bens aconteceu em função de uma disputa judicial entre Anitta e a empresa K2L, que cuidava de sua carreira até uma rescisão contratual. Em outubro de 2014, a funkeira foi condenada a pagar R$ 5,4 milhões para a agência, por quebra de contrato. No entanto, de acordo com a Justiça, nenhum valor foi depositado.

A assessoria de Anitta negou, em nota, que a conta da cantora estivesse bloqueada e disse que a questão judicial está em andamento. Já representantes da Justiça do Rio de Janeiro afirmaram que, até o momento, nenhum documento foi enviado para pedir o desbloqueio dos bens.

Desabafo

A empresária Kamilla Fialho, da K2L, desabafou em seu perfil na mídia social Facebook sobre o caso. Em uma publicação, ela disse que confia na justiça, relatou que chegou a ser ameaçada (apesar de não citar a origem das supostas ameaças) e afirmou que “R$ 3 milhões já foram, agora faltam R$ 7 milhões”, em menção à ação judicial que pede R$ 10 milhões no total, por quebra de contrato e dívidas de investimentos anteriores.

Confio muito na justiça, aliás, confiei desde o início. O universo conspira, o bem vence o mal, tarda mais não falha…….

Posted by Kamilla Fialho on Segunda, 13 de julho de 2015

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar