Kanye West explica por que disse que escravidão foi ‘opção’: ‘mentalmente’

Kanye foi bastante criticado após declaração polêmica (Reprodução/Instagram)

Kanye foi bastante criticado após declaração polêmica (Reprodução/Instagram)

O rapper Kanye West teve de se justificar em seu Twitter, na noite da última terça-feira (1°), após comentários que ele fez sobre a escravidão nos Estados Unidos terem repercussão negativa.

O artista deu uma entrevista ao vivo no TMZ mais cedo naquele dia e falou sobre escravidão. “Quando você ouve que a escravidão durou 400 anos… 400 anos? Isso soa como uma escolha para mim”, falou.

Van Lathan, um jornalista do site, rebateu os comentários do rapper. “Enquanto você está fazendo música e vivendo a vida que conquistou por ser um gênio, o resto de nós na sociedade temos de lidar com a marginalização resultante desses 400 anos que você disse ser ‘uma escolha’. Estou desapontado e magoado”, falou.

Logo em seguida, Kanye pediu desculpas a Van por tê-lo magoado. No entanto, suas palavras repercutiram mal e muitas pessoas usaram as redes sociais para criticar o discurso do rapper, o que o fez se explicar em suas redes sociais depois.

“Para deixar claro: claro que eu sei que os escravos não foram acorrentados e colocados em navios por vontade própria. Meu ponto é que o fato de termos permanecido nessa posição mesmo estando em vantagem numérica significa que estávamos escravizados mentalmente”, escreveu.

* Por Estadão Conteúdo

Compartilhar