Foto: Divulgação

Lady Gaga é acusada de plágio em ‘Shallow’ e pode enfrentar processo

Juntos e plágio now? Ganhadora do Oscar ‘Shallow’ no filme ‘Nasce Uma Estrela’, Lady Gaga está sendo acusada de plágio por supostamente ter copiado a canção ‘Almost’, do cantor Steve Ronsen. A cantora nega.

Ronsen, que lançou a música em 2012, afirma que a cantora usou uma progressão de três notas – sol (G), lá (A) e si (B) – de ‘Almost’. A acusação pode render um processo milionário para Lady Gaga, se depender do advogado do cantor, Mark D. Shirian.

Veja também:
Faustão 'zoa' Paula Fernandes por 'Juntos e Shallow Now' e ela se explica

Antes da repercussão, a canção tinha cerca de 300 reproduções no SoundCloud, segundo o site Page Six. Agora, a música já foi reproduzida mais de 30 mil vezes na plataforma.

Ainda de acordo com o Page Six, Gaga contratou o advogado Orin Snyder, que classifica o caso como uma “tentativa de ganhar dinheiro fácil às custas de uma artista de sucesso”. “É vexatório e errado. Eu aplaudo Lady Gaga por ter a coragem e integridade de lutar contra isso”, acrescentou Synder.

Em nota, o representante do cantor afirmou que quer resolver o caso amigavelmente e forneceu ao advogado de Gaga um relatório de um musicólogo que mostra que “há semelhanças significantes de tempo, melodia, ritmo e harmonia entre as duas canções”. Shirian ainda disse aguardar que a cantora peça uma análise do tipo que rebate a versão do estudioso contratado pelo cantor.

Compare as músicas:

‘Almost’, de Steve Ronsen

‘Shallow’, de Lady Gaga e Bradley Cooper

Batalha judicial

Vale lembrar que, recentemente, Katy Perry também enfrentou acusação de plágio e perdeu o processo. Um júri federal concluiu que o single ‘Dark Horse’ tem semelhanças suficientes com o rap cristão ‘Joyful Noise’, do rapper Flame, para ser considerado uma violação dos direitos autorais.

Veja também:
Katy Perry plagiou música 'Dark Horse' de rap cristão, decide justiça

Ao acusarem a cantora, os advogados apresentaram um trecho instrumental de 16 segundos copiado do single da música, cujo nome real é Marcus Gray. Por unanimidade, os nove membros do júri decidiram que ‘Dark Horse’, de 2013, infringiu os direitos autorais da canção original, de 2008.

Compartilhar