Foto: Reprodução/Band Ludmilla - hino nacional

Nova Vanusa? Ludmilla esquece a letra do Hino Nacional no GP de Fórmula 1

A cantora Ludmilla recebeu diversas críticas nas redes sociais após, aparentemente, ter esquecido a letra do Hino Nacional Brasileiro durante o GP de Fórmula 1 que aconteceu em São Paulo (SP) neste domingo (5).

  • Samsung Galaxy S23 Ultra 256 GB com desconto de quase R$ 4 mil, frete grátis e pode dividir em 10x sem juros? Clique aqui antes que acabe!

Em um evento que uniu adrenalina e alta velocidade, a trilha sonora ficou com a cantora Ludmilla e Miguelzinho do Cavaco, mas a execução do Hino Nacional teve um compasso inesperado.

O domingo (5) de velocidade no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 contornou com uma abertura cheia de expectativas, que rapidamente mudou de tom quando a cantora, no meio da sua performance, deu uma pausa que não passou despercebida.

Convidada para cantar o Hino Nacional na cerimônia de abertura do GP, Ludmilla iniciou com o versoOuviram do Ipiranga às margens plácidas de maneira impecável, mas foi no segundo ato da canção que as coisas tomaram um rumo inesperado.

Um silêncio tomou conta do momento quando a cantora parou, retomando apenas na sexta estrofe, com Conseguimos conquistar com braço forte.

Esse deslize aconteceu diante dos pilotos e da plateia, que incluía autoridades como o ministro do Esporte André Fufuca, o governador Cláudio Castro e outras figuras públicas.

Rapidamente, Ludmilla recorreu às redes sociais para comentar o ocorrido, creditando essa pausa inicial a umafalha técnica e expressando a emoção de ter o reconhecimento de Lewis Hamilton, estrela das pistas.

Ainda através das redes, ela também fez questão de homenagear a icônica Whitney Houston, que considera uma inspiração musical.

Veja também:
11 anos sem Chorão: os detalhes que nunca te contaram sobre a morte do vocalista do Charlie Brown Jr.

O episódio repercutiu rapidamente, com Luana Piovani compartilhando o vídeo dizendo que a falha de Ludmilla a fez sentir vergonha alheia“.

As conversas não se limitaram às celebridades, alcançando o público geral no X, antigo Twitter, onde o nome de Ludmilla se destacou entre os tópicos mais discutidos, com muitos apontando o esquecimento da letra por parte da cantora. Contudo, teve gente defendendo Lud também.

Veja a publicação de Luana Piovani no Instagram:

Story Luana Piovani

Foto: Reprodução/Instagram

Ludmilla é a nova Vanusa?

Essa não foi a primeira vez que uma cantora brasileira encontrou obstáculos ao cantar o hino. Em 2009, a icônica cantora Vanusa foi alvo de críticas por uma situação semelhante.

Ela errou a letra e a melodia do hino durante uma apresentação na Assembleia Legislativa de São Paulo.  Questionada sobre o acidente, Vanusa atribuiu o lapso a um remédio tomado antes da apresentação.

Tempos depois, Vanusa chegou a dizer que o número de críticas contra ela nessa ocasião foi responsável por dar início a uma depressão. Ela morreu em uma manhã de domingo de novembro de 2020 em uma casa de repouso em Santos, no litoral de São Paulo.

Dessa vez com Ludmilla e a falha ao cantar o Hino Nacional, o Grande Prêmio do Brasil se tornou palco não apenas de um desfile de habilidades no automobilismo, mas também de um daqueles momentos que provavelmente ficarão marcados na memória dos espectadores – sejam eles fãs da música ou das corridas.

Veja a publicação de Ludmilla, falando sobre a homenagem que fez à Whitney Huston na escolha do look:

Ludmilla Twitter - homenagem Whitney

Foto: Reprodução/X

Assista ao vídeo do momento em que Ludmilla canta o Hino Nacional Brasileiro:

Veja também:
O polêmico relacionamento de Caetano Veloso e Paula Lavigne

Relembre a íntegra do Hino Nacional Brasileiro:

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico, o brado retumbante
E o Sol da liberdade, em raios fúlgidos
Brilhou no céu da pátria nesse instante

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte
Em teu seio, ó liberdade
Desafia o nosso peito a própria morte

Ó Pátria amada
Idolatrada
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança, à terra desce
Se em teu formoso céu, risonho e límpido
A imagem do Cruzeiro resplandece

Gigante pela própria natureza
És belo, és forte, impávido colosso
E o teu futuro espelha essa grandeza

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo, és mãe gentil
Pátria amada, Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido
Ao som do mar e à luz do céu profundo
Fulguras, ó Brasil, florão da América
Iluminado ao Sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores
Nossos bosques têm mais vida
Nossa vida, no teu seio, mais amores

Ó Pátria amada
Idolatrada
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado
E diga o verde-louro dessa flâmula
Paz no futuro e glória no passado

Mas se ergues da justiça a clava forte
Verás que um filho teu não foge à luta
Nem teme, quem te adora, a própria morte

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo, és mãe gentil
Pátria amada, Brasil!

Veja também:
Reviravolta! Morte de Gal Costa vira, oficialmente, caso de polícia

Veja algumas críticas que Ludmilla recebeu nas redes:

  • Samsung Galaxy S23 Ultra 256 GB com desconto de quase R$ 4 mil, frete grátis e pode dividir em 10x sem juros? Clique aqui antes que acabe!

Aquela vez em que Vanusa ‘executou’ o Hino Nacional Brasileiro