Mallu Magalhães é acusada de racismo por novo clipe e pede desculpas

Cantora foi acusada de reproduzir estereótipos racistas no vídeo (Repr./YouTube)

Cantora foi acusada de reproduzir estereótipos racistas no vídeo (Repr./YouTube)

A cantora Mallu Magalhães foi acusada de racismo graças ao seu novo clipe, “Você não presta”. A artista pediu desculpas a quem tenha se sentido ofendido pelo vídeo, lançado na última sexta-feira (19).

Gravado em Lisboa, capital de Portugal, o clipe de “Você não presta” conta com a participação de bailarinos negros. Ao longo do vídeo, eles apresentam diversas coreografias – algumas, com influência de danças de origem africana, como o kuduro, criado na Angola.

Apesar disso, ativistas e internautas em geral fizeram críticas ao vídeo. Segundo eles, estereótipos racistas são reproduzidos no clipe, como deixar os bailarinos com roupas mais curtas e corpos com óleo – algo que não acontece com Mallu – e o próprio distanciamento da cantora nas cenas, visto que ela, basicamente, não aparece ao lado dos dançarinos. Para muitos, a cantora objetificou os performers negros.

Em um post feito no Facebook, na última quarta-feira (24), Mallu Magalhães pediu desculpas caso o vídeo de “Você não presta” tenha ofendido alguém. “Fico muito triste em saber que o clipe da música ‘Você não presta’ possa ter ofendido alguém. É muito decepcionante para mim que isso tenha acontecido. Gostaria de pedir desculpas a essas pessoas. Meu trabalho e minha mensagem têm sempre finalidade e ideais construtivos, nunca, de maneira nenhuma, destrutivos ou agressivos”, afirmou.

Veja também:
Em Davos, Bono é perguntado sobre Bolsonaro e diz: 'melhor nem começar'

A artista pontuou, ainda, que a proposta era exaltar a dança em seu clipe. “Li cada uma das críticas, dos posts e comentários, e o debate me fez refletir muito sobre o tema. Entendo as interpretações que derivaram do clipe, mas gostaria de deixar claras minhas reais intenções. A ideia era ter um clipe com excelentes dançarinos que despertassem nas pessoas a vontade de dançar, de se expressar”, disse.

Assista ao clipe de “Você não presta” e veja o texto de Mallu Magalhães:

Por Igor Miranda (@silvercm)

#COMENTE

Compartilhar

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]