MC Bandida se irrita após clipe ser censurado pelo YouTube

Funkeira demonstrou revolta em post repleto de erros gramaticais (Reprodução)

Funkeira demonstrou revolta em post repleto de erros gramaticais (Reprodução)

A funkeira MC Bandida se irritou após constatar que seu novo clipe havia sido censurado pelo YouTube. A música do vídeo é intitulada “Coelhinho”.

Lançado no último sábado (15), o clipe de “Coelhinho” conquistou pouco mais de três mil visualizações desde então. Entretanto, no início desta semana, o YouTube censurou o vídeo, que, agora, só pode ser assistido por maiores de 18 anos.

O motivo da censura, provavelmente, tem ligação com o conteúdo do vídeo: MC Bandida aparece, de biquíni, dançando ao lado de algumas mulheres. A letra da música também faz alusão a práticas sexuais, o que também pode ter influenciado na decisão do YouTube.

https://www.youtube.com/watch?v=rOyAnKYaSMg

MC Bandida demonstrou a sua insatisfação por meio de uma publicação em suas redes sociais. Em um breve texto com erros gramaticais, a funkeira disse que há pessoas desocupadas fazendo denúncias contra o vídeo.

“Chegou a 3300 visualizações em 3 dias. Fico de cara, ja #denúnciaram (sic) meu Vídeoclipe (sic). Jesus cristo. É incrível como a fubazada tem inveja das coisas. Não adianta denunciar, ele esta no ar e vai permanecer no ar. Se for proibido faço outro e quantos forem necessário (sic). Desocupado ou Desocupada Deus ta vendo tudo, e nada passa dispercebido (sic) aos olhos dele. Aguarde que o que é seu ta guardado. #chateada #odeioinveja #desabafo”, disse.

Conhecida por seus protestos seminua em Brasília (DF), MC Bandida lançou-se, recentemente, como cantora de funk. Além disso, ela pretende lançar um canal de entrevistas onde conversará, nua, com políticos de projeção nacional, como Jair Bolsonaro, Tiririca e Marco Feliciano.

Veja também:
Consumo de funk cresce fora do Brasil e gênero começa a conquistar o mundo

Por Igor Miranda (@silvercm)

Compartilhar