"Michael Jackson se matou" - Revista Cifras

“Michael Jackson se matou”

Advogados de Conrad Murray podem alegar suicídio.

Advogados de Conrad Murray podem alegar suicídio.

Os advogados de Conrad Murray, médico acusado de homicídio culposo no caso da morte de Michael Jackson, irão alegar que “o astro se matou”.

De acordo com o vice-procurador do Distrito de Los Angeles, David Walgren, os advogados da defesa consideram que esta teoria é relevante para a defesa de Murray, há bastante tempo.

Já J. Michael Flanagan, um dos advogados que representa Murray, não quis comentar sobre o assunto. “Não vou responder a essa caracterização. Mas aparentemente é uma consideração feita pelo sr. Walgren“, afirmou Flanagan.

Michael Jackson morreu aos 50 anos, em 2009, de overdose do anestésico propofol. Outras drogas também foram encontradas no organismo do cantor entre elas, lorazepam.

Veja também:  Rock In Rio: Depeche Mode poderá participar da edição 2013

Murray, médico particular do cantor, admitiu ter receitado o propofol ao cantor para ajudá-lo a dormir, mas se declarou inocente da acusação de homicídio culposo.

As audiências terão início a partir do dia 4 de janeiro.

#comentários

One Comment

  1. Leandro Tavares Vasconcelos

    Essa é a primeira vez que falo alguma coisa a respeito de Michael Jackson depois da sua morte.Sou fâ do Michael desde criança,e nâo acredito que ele tenha se matado,nâo acredito mesmo.Tem algo mau contado nessa história.Quero ver os culpados na cadeia,seja quem for.