Museu de John Lennon será fechado

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

O Museu do músico John Lennon no Japão, o único com a aprovação de sua viúva, Yoko Ono, fechará as portas em setembro, quando encerra o contrato de gestão assinado há dez anos.

Tanto Yoko Ono quanto nós concordamos em fechá-lo. À margem da questão econômica, o contrato de gestão tinha duração de 10 anos e agora devemos devolver seus bens“, explicou o porta-voz da construtora Taisei, gerente do museu à Agência Efe.

Situado em Saitama, norte de Tóquio, o centro é o único no mundo sobre o lendário cantor com o apoio formal de sua viúva, que disponibilizou cerca de 130 objetos de Lennon, como instrumentos, roupas e imagens. Segundo os responsáveis pelo museu, o objetivo de Yoko Ono era transmitir as ideias do cantor dos Beatles a outras gerações.

O destino de John é movimentar-se por todo o mundo. O museu deve mudar de lugar e não se transformar em seu túmulo, caso contrário perderia seu espírito“, indicou em comunicado Yoko Ono no site do museu.

Inaugurado no ano 2000, o museu recebeu até o final de 2009, mais de 550 mil pessoas, onde 70% do público eram jovens e fãs do ex-cantor dos Beatles.

Assista John Lennon ao vivo em “Imagine”:

Compartilhar