Naiara Azevedo sofreu gordofobia: ‘não dará certo porque é gorda’

'Já ouvi pessoas rindo da minha cara', disse Naiara Azevedo (Reprod./Instagram)

‘Já ouvi pessoas rindo da minha cara’, disse Naiara Azevedo (Reprod./Instagram)

A cantora Naiara Azevedo é um dos fenômenos do chamado ‘feminejo’. A artista de música sertaneja bombou com o hit ’50 Reais’, emplacou outros sucessos e, hoje, faz mais de 20 shows por mês.

Apesar do êxito conquistado, a caminhada de Naiara Azevedo para o sucesso não foi nada fácil. Em entrevista ao ‘UOL’, a cantora disse que já foi vítima de gordofobia dentro do meio sertanejo. Entretanto, a artista afirmou que nunca considerou desistir de sua carreira.

“O que eu mais tive na vida foi ‘não’. ‘Você não vai dar certo porque você é gorda, porque você é mulher e mulher cantando sertanejo não vai dar certo. A sua voz não combina, desiste, isso não é para você’. Eu já ouvi pessoas rindo da minha cara: ‘Para com isso, você está errada, vai para outro caminho, segue outra profissão’, porque eu sou formada em estética. Quanto mais as pessoas me falavam isso, mais eu falava: ‘Não, meu Deus é muito maior, a minha fé é muito maior, a minha força é muito maior. Eu acredito em mim'”, disse Naiara Azevedo.

A cantora contou com a ajuda do marido, Rafael Cabral, em boa parte de sua trajetória. Entretanto, até Cabral já teve de passar por algumas situações lamentáveis ao lado de Naiara Azevedo: ele chegou a escutar, de um contratante, que a artista não havia conseguido encher uma casa de shows por ela estar acima do peso.

Veja também:
Escultura aparece com pichação do Kiss na Catedral de Santiago de Compostela

“Uma coisa que machuca é pegar na vaidade, no ego e beleza da mulher. A Naiara era muito ferida nessa questão porque, na época, ela era muito gordinha. Tinha um rapaz aqui em São Paulo que levava os artistas, colocava alguns em programa de TV. Vim conversar com ele aqui e ele falou: ‘oh Rafael, não dá para trazer a Naiara porque ela é gorda’. Fizemos um show num lugar para 800 pessoas, não deu 50 pagantes (e o contratante disse): ‘porque ela é gorda’. Isso chegava no ouvido dela e magoou muito. Ela teve todos os porquês de desistir porque na época tudo era mais difícil. O pessoal rotulava ela como gorda”, contou Rafael Cabral.

Mesmo com todas as dificuldades, Naiara Azevedo decidiu seguir. E ela encontrou uma inspiração dentro do esporte: Daiane dos Santos. A ginasta sofreu com diversas lesões em sua trajetória, mas, mesmo assim, consagrou-se como uma das principais representantes na modalidade no Brasil.

“Você vê uma pessoa em busca de um sonho, medalha, título, assim como o sonho de conseguir um lugar na música. Muitas vezes ela (Daiane) se lesionou, chorou, vivendo um misto de alegria com dúvida: ‘Será que eu vou conseguir?’. E a gente na música também é dessa forma. E a insistência mesmo com a dor. Arriscou tudo e foi para cima. E me identifico com isso. Fui para cima e, assim como Daiane, eu consegui”, disse Naiara.

Veja também:
Roberta Miranda elogia 'feminejo' e diz ser feminista, mas sem diminuir o homem

Durante a entrevista, Naiara Azevedo também revelou ter emagrecido 33 kg, com a ajuda do crossfit, do pilates e e de reeducação alimentar. A perda de peso foi essencial para que ela pudesse aguentar a agenda de shows, que chega a 28 apresentações mensais.

Por Igor Miranda (@silvercm)

#comentários

Compartilhar