Novo CD de Taylor Swift pode quebrar recorde de vendas e ser o maior lançamento desde 2002

Taylor Swift pode bater recorde de Eminem e Britney Spears (Divulgação)

Taylor Swift pode bater recorde de Eminem e Britney Spears (Divulgação)

O novo disco de Taylor Swift, “1989”, pode atingir uma marca histórica após sua primeira semana de lançamento nos Estados Unidos, considerado o mercado mais importante para a indústria fonográfica.

De acordo com especialistas do mercado musical, o álbum, que chegou às lojas em 27 de outubro, pode quebrar o recorde de 1 milhão e 322 mil cópias, de Eminem (“The Eminem Show”, 2002) e, consequentemente, o de 1 milhão e 319 mil, de Britney Spears (“Oops!… I Did It Again”, 2000).

Os especialistas afirmam isso porque, em apenas 24 horas, o novo trabalho de Taylor Swift vendeu 600 mil cópias somente nos Estados Unidos. Só essa marca quebrou o recorde de Britney Spears. Além disso, todas as músicas de “1989” que foram lançadas antes do disco chegaram ao topo das paradas do iTunes – até mesmo um ruído de nove segundos, lançado acidentalmente no Canadá.

“1989”, quinto disco de estúdio de Taylor Swift, é um marco na carreira da cantora. Em seu novo trabalho, ela se distanciou das influências country, com as quais sempre flertou, e apostou em um mergulho na música pop, com pitadas do synthpop – algo que já se refletia no primeiro single de divulgação do disco, o hit “Shake It Off”.

Veja também:
Lennon ou McCartney? Estatísticos descobrem quem compôs 'In My Life', dos Beatles

Por Igor Miranda