"Nunca bati em ninguém", garante Victor em entrevista após indiciamento - Revista Cifras

“Nunca bati em ninguém”, garante Victor em entrevista após indiciamento

Victor não tem concedido muitas entrevistas após denúncia (Repr./Facebook)

Victor não tem concedido muitas entrevistas após denúncia (Repr./Facebook)

O cantor Victor Chaves, da dupla com Leo, concedeu uma entrevista, na última semana, ao programa “Timeline”, da Rádio Gaúcha. Foi um dos primeiros depoimentos do sertanejo após ter sido indiciado por, supostamente, agredir a esposa, Poliana Chaves.

Ao longo do bate-papo, o sertanejo dá a entender que Poliana continua com ele. “Quem está envolvido é a minha mulher, mãe dos meus filhos, independente de continuar minha esposa ou não. Tem gente que fala que já nos separamos. Não falo da minha vida particular. O problema é que ela cometeu um ato de me acusar de uma coisa da qual preciso me defender. Não posso deixar isso assim”, afirmou.

Victor garantiu, ainda, que nunca agrediu ninguém. “Não há com o que se preocupar. Se cometi um ato grave, vou responder por isso. Senão, o tempo vai esclarecer. Estou tranquilo com isso porque nunca prejudiquei uma pessoa fisicamente, nunca bati em ninguém”, disse.

Veja também:  Globo mira em Luan Santana ou Luciano Camargo para "The Voice Kids"

Exposição da mídia

Apesar das investigações, Victor Chaves tem enfrentado outra situação que, aparentemente, é um problema para ele: a superexposição midiática. O cantor disse que tem sido julgado – seja culpado ou inocente – pelas pessoas antes mesmo da própria Justiça tomar sua decisão.

“Às vezes, estou no estúdio gravando, e chega uma mensagem que diz: ´força, irmão´. Respondo que não preciso fazer força para tocar. É porque sai uma notícia tal, e o cara me manda a mensagem motivado por aquela emoção que deu nele, mas eu nem estava sabendo sobre o que era”, afirmou.

Ele diz, ainda, que ser indiciado por vias de fato é como uma “vitória já contada”. “Principalmente, nos últimos dias, quando saíram notícias como ´Victor Chaves passa a ser réu´. É óbvio, fui indiciado. ´Ah, mas ele então foi indiciado´. Para mim, foi uma vitória, pois fui indiciado por vias de fato. Era uma vitória já contada, pois se não fosse, estava errado. Afinal de contas, não machuquei ninguém”, comentou.

Veja também:  Ministério Público quer proibir músicas de MC Pedrinho em todo o Brasil

O sertanejo comentou, com mais detalhes, o fato de muitas pessoas terem tomado partido com relação ao caso, sendo que as investigações não foram concluídas. “Não disse o que houve, e alguém diz assim: ´Nossa, o que você fez é imperdoável´. Outras pessoas dizem: ´Estamos com você´. Ou seja, tomam um lado”, afirmou.

Ele complementa: “Respeito tudo, mas depois que passou aquilo que estava internamente sendo aflitivo, o turbilhão continuou na forma como as pessoas julgam e condenam sem buscar nenhuma informação”.

Silêncio

A opção pelo silêncio foi estratégica para Victor. Ele explicou por que não tem se manifestado, por meio da imprensa, sobre o caso – especialmente no primeiro mês após a denúncia, o sertanejo decidiu não se expor.

Veja também:  Programa "The Voice Kids" segue sem Victor e com Leo Chaves

“Se você é acusado de ter agredido alguém e vai dizer para todo mundo que você não agrediu, fica parecendo óbvio que você está se defendendo. Então, prefiro que a Justiça esclareça isso para ficar claro”, disse.

Assista à entrevista na íntegra:

Por Igor Miranda (@silvercm)

#comentários