Os falidos da música

Ah como é bom gastar! Principalmente se você é rico, famoso e popular. O problema é que nem todos sabem lidar com a fortuna e alguns se empolgam tanto com essa falsa realidade que acabam ficando na miséria.

Independente da causa, eles já decretaram falência ou tiveram dívidas acumuladas em um valor tão alto que nem os cachês mais exorbitantes poderiam dar conta de quitar os débitos.

Conheça os falidos da música.

Whitney Houston

A cantora Whitney Houston já estava afundada em dívidas há tempos, Whitney poderia ter morado na rua se não fosse a ajuda de sua gravadora. Como aconteceu com Michael Jackson, a cantora arrecadou muito dinheiro após sua morte.

Michael Jackson

Escândalos, má administração e as tradicionais extravagâncias de grandes ícones do pop fizeram Michael Jackson acumular uma dívida estimada em US$ 500 milhões antes de sua morte. Com gastos anuais de cerca de US$ 12,5 milhões, a conta só foi zerada depois de sua morte, que arrecadou mais de US$ 1 bilhão.

Toni Braxton

A cantora também entrou para o time dos devedores. Toni vendeu aproximadamente US$ 200 milhões em discos e lucraria uma boa parte do dinheiro se não fosse um problema no contrato que assinou com sua gravadora. Depois de receber menos de US$ 0,50 por álbum vendido, ela decretou falência.

Veja também:
Japinha & Conde do Forró lançam 'Arranhãozinho' com participação de Tierry

Dee Snider

O vocalista da banda Twisted Sister, declarou falência poucos anos depois de anunciar o fim do grupo e sua carreira solo não fazer o sucesso esperado. Sua situação financeira só foi normalizada quando emplacou a música The Magic of Christmas Day, que fez sucesso na voz de Celine Dion.

Mc Hammer

O rapper que chegou ao auge nos anos 90 acabou esbanjando demais. Depois de comprar uma mansão de US$ 12 milhões, um avião, um cavalo de corrida dos mais caros do mundo e uma coleção de 17 carros de corrida, ele ficou com uma dívida de US$ 15 milhões. Sem outro caminho, o músico declarou falência.

David Crosby

David Crosby, um dos fundadores do The Byrds, se afundou na década de 90. Ele foi preso por ter atropelado uma pessoa e fugido do local do acidente, além de porte de arma e drogas. Na época que esteve na cadeia, as vendas caíram bruscamente, sua carreira chegou ao fundo do poço e precisou declarar falência.

Willie Nelson

Um dos ícones do country norte-americano, Willie Nelson quebrou financeiramente quando descobriram que ele devia mais de US$ 30 milhões ao fisco dos Estados Unidos, por sonegar impostos.

Billy Joel

Billy Joel é um dos mais falidos de toda a história da música. Ele declarou falência várias vezes e em uma delas chegou a ser roubado por seu empresário que levou cerca de US$ 30 milhões de sua conta, deixando o cantor de bolsos vazios.

Veja também:
Agnaldo Timóteo não resiste às complicações da Covid-19 e morre aos 84 anos

Marvin Gaye

O cantor Marvin Gaye faliu depois que a Justiça o obrigou a pagar US$ 600 mil à sua ex-mulher, que tinha direitos sobre as vendagens de um de seus álbuns e também por pensões atrasadas. Depois de decretar falência ele se mudou para o Havaí e passou a viver em um furgão.

Cyndi Lauper

Cyndi Lauper, a estrela pop dos anos 80, teve de trabalhar no varejo para pagar suas contas. A cantora teve de pedir falência em 1981 e trabalhar em uma loja como vendedora, mas Cyndi se recuperou e fez grande sucesso posteriormente.

Por Débora Blezer

Compartilhar