Ozzy Osbourne fala sobre devoção dele e de Bill Ward às drogas nos anos 1970

Ozzy Osbourne fala sobre devoção dele e de Bill Ward às drogas nos anos 1970

Trio superou o vício para continuar trabalhando (Getty Images)

Trio superou o vício para continuar trabalhando (Getty Images)

Durante entrevista concedida à edição de dezembro da revista inglesa Metal Hammer, Ozzy Osbourne falou sobre seus tempos de vício enquanto integrante do Black Sabbath na década de 1970.

“Eu e Bill Ward (ex-baterista) éramos soldados das drogas. Quase morri uma centena de vezes, por overdose ou por cair e machucar a minha cabeça”, lembra o vocalista.

Ozzy diz não ter medo de quase nada dessa época, apenas de um detalhe. “Me incomodava muito a chance de ficar doente enquanto dormia e morrer sufocado. Não consigo ficar reto em uma cadeira ou cama porque, naquela época, eu me forçava a dormir sentado, se me desse vontade de vomitar”, afirmou.

Tony Iommi, guitarrista, complementa as falas do cantor. “Era sempre a mesma coisa quando começávamos a trabalhar em um álbum. Uma sacola grande, cheia de drogas, e vamos. Ficávamos dias no estúdio, cheirando cocaína e tocando”, disse.

https://www.youtube.com/watch?v=_V-afAs1gwk

Por Igor Miranda

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar