Padre Fábio de Melo é acusado de machismo após falar de violência doméstica

Vídeo com pregação de 2007 foi resgatado na web (Reprodução/Facebook)

Vídeo com pregação de 2007 foi resgatado na web (Reprodução/Facebook)

Um vídeo antigo em que o padre Fábio de Melo fala sobre violência doméstica viralizou na web. Na pregação, feita em 2007, o sacerdote e cantor é acusado por internautas de ter um pensamento machista.

Na gravação, o padre diz que “o agressor só se torna agressor porque a vítima o autoriza”. Ele também afirma: “é o caráter que está exposto no seu rosto que vai dizer ao outro o que ele pode fazer com você ou não”.

Internautas dizem que a argumentação do padre Fábio de Melo transfere a culpa de casos de violência doméstica do agressor para a vítima. Muitos destacaram a dificuldade que muitas mulheres encontram para realizarem suas denúncias, por diversos motivos.

Assista:

Pedido de desculpas

Inicialmente, o padre tentou argumentar com alguns internautas. “Continuo acreditando que o silêncio da vítima contribui com a manutenção da violência”, afirmou, em um primeiro momento.

Depois de algum tempo, o sacerdote e cantor pediu desculpas pelo seu posicionamento. “É muito desconfortável ser promotor do que abominamos. Culpar a vítima é abominável. Se fui infeliz na linguagem, resta-me retratar. Peço perdão. Eu nunca pretendi dizer que a vítima é culpada,apenas salientei que a não denúncia reforça o agressor”, disse.

Veja também:
Antes favorita, Priscila Tossan é eliminada na semi do 'The Voice'; veja finalistas

Por Igor Miranda