Palmeiras pode ter levado calote por shows de Paul McCartney

Clube recebeu apenas R$ 59 mil com duas apresentações (Getty Images)

Clube recebeu apenas R$ 59 mil com duas apresentações (Getty Images)

A diretoria do clube de futebol Sociedade Esportiva Palmeiras perdeu a paciência com a empresa WTorre, graças aos valores repassados por conta dos shows do músico Paul McCartney no Allianz Parque, estádio da equipe.

De acordo com informações obtidas pelo site da ESPN, o Palmeiras recebeu apenas R$ 59 mil pelos dois dias de show de Paul McCartney no Allianz Parque. Com descontos, o valor chegou a R$ 52 mil, o que é um número considerado baixo em comparação ao que uma apresentação do ex-integrante dos Beatles pode gerar. Desconfiado, o clube de futebol quer contratar uma empresa para fazer auditoria da transação.

A WTorre, empresa que repassou os valores para o Palmeiras, afirma que o Allianz Parque foi alugado por R$ 300 mil nas duas noites, preço considerado abaixo do mercado. Para efeito de comparação, o Morumbi, estádio do São Paulo Futebol Clube, cobra R$ 1,2 milhão por aluguel de show. Curiosamente, o Palmeiras paga R$ 420 mil por jogo à WTorre – a empresa, por sua vez, alega que este valor é revertido somente aos custos da produção do jogo.

Por Igor Miranda

Compartilhar