Paul McCartney: “Yoko não separou os Beatles”

McCartney:'Yoko Ono não contribuiu para dissolução dos Beatles'

McCartney: ‘Yoko Ono não contribuiu para dissolução dos Beatles’

O G1 noticiou que o cantor Paul McCartney disse não acreditar que Yoko Ono foi responsável pela dissolução do The Beatles: ”Ela certamente não separou o grupo, o grupo já estava se separando”.

”Eu acredito que ele não teria sido capaz de fazer isso sem Yoko, por isso, acho que ela não pode ser culpada por nada. Quando a Yoko apareceu, parte de sua atração era seu lado vanguardista, sua visão a respeito das coisas, por isso, ela mostrou a ele outra maneira de ser, que foi muito atraente para ele. Então, era hora de John ir, ele definitivamente iria sair, de um jeito ou de outro”, afirmou o cantor.

O ex-beatle afirma ainda acreditar que o grupo se separou no momento certo. De acordo com ele, a banda ”deixou um belo legado” e que por isso a separação ”não foi algo ruim”.

Entretanto, na mesma entrevista, o músico reconhece que se incomodava com o fato de Yoko estar sempre nas sessões de gravações dos Beatles.

Segundo informou o site, McCartney fez essas declarações em uma entrevista concedida ao repórter britânico, David Frost. O especial de uma hora será exibido no mês de novembro pela rede Al Jazeera e é uma das mais extensas dadas recentemente pelo ex-Beatle.

Por Tony Olliver