Pearl Jam doa R$ 385 mil para vítimas de tragédia em Mariana

Valores foram divulgados por postagem no Facebook da banda (Reprodução)

Valores foram divulgados por postagem no Facebook da banda (Reprodução)

O Pearl Jam vai doar US$ 100 mil para as vítimas da tragédia no subdistrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), após rompimento das barragens de rejeitos da mineradora Samarco. O montante é equivalente a R$ 385 mil, em cotação atual.

A informação foi divulgada na noite desta terça-feira (1°), pela página oficial da banda no Facebook. A doação é feita a partir da Vitalogy Foundation, uma organização pública sem fins lucrativos comandada pelos cinco membros e pelo empresário do Pearl Jam. O intuito, segundo o site da instituição, é “dar apoio a trabalhos que visem a saúde de comunidades carentes ou atingidas por catástrofes, causas ambientais, artes, educação e mudanças na sociedade”.

Durante show realizado em Belo Horizonte (MG), no dia 20 de novembro, o vocalista Eddie Vedder já havia anunciado que a doação seria feita, após um discurso que repudiou o desastre e pediu a punição das empresas envolvidas. No entanto, o valor destinado à comunidade local ainda não havia sido divulgado. Até o momento, não houve pronunciamento de entidades relacionadas ao governo de Minas Gerais ou da mineradora Samarco.

Tragédia

A tragédia em Bento Rodrigues, subdistrito de Mariana, aconteceu no dia 5 de novembro. Duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco se romperam, o que causou uma enxurrada de lama que inundou praticamente todo o local. A poluição chegou ao rio Doce e comprometeu, também, o abastecimento de água em cidades de Minas Gerais e do Espírito Santo. Segundo o balanço mais recente da Polícia Civil mineira, 15 pessoas morreram em função do desastre ambiental e outras quatro seguem desaparecidas.

Veja também:
'Não tenho a melhor voz do mundo', diz Anitta no 'The Voice Brasil'

Por Igor Miranda

Compartilhar