Pela primeira vez, Roberto Carlos comenta sobre suposto desprezo a Tim Maia em filme

Relação entre Roberto Carlos e Tim Maia não era muito boa (Reprodução/YouTube)

Relação entre Roberto Carlos e Tim Maia não era muito boa (Reprodução/YouTube)

O filme “Tim Maia”, dirigido por Mauro Lima e lançado em 2014, conta a vida de Tim Maia, consagrado cantor brasileiro falecido em 1998. E Roberto Carlos, com quem Tim teve um grupo chamado Os Sputniks na década de 1950, aparece como uma espécie de “vilão”.

Um momento da obra retrata a separação de Roberto Carlos do grupo Os Sputniks, porque ele pediu para o produtor artístico Carlos Imperial dar um espaço para sua performance solo, onde imitava Elvis Presley. No filme, Tim passou um tempo nos Estados Unidos e, quando voltou, a Jovem Guarda era um sucesso e Roberto, um ícone. Quando Tim pediu uma oportunidade, Roberto esnobou o falecido cantor de inúmeras maneiras, incluindo um momento em que seu secretário joga dinheiro amassado para Tim.

Sabe-se que a relação entre Tim Maia e Roberto Carlos não era muito boa, apesar de Roberto ter ajudado a lançar o falecido cantor e ambos terem dividido palco. Pela primeira vez desde o lançamento do filme, Roberto se manifestou sobre como ele foi retratado na obra, durante entrevista para o programa Amaury Jr, da RedeTV!. Questionado pelo apresentador se ele não havia gostado da cena, Roberto disse que “não foi bem”, apesar de elogiar o ator George Sauma.

Veja também:
John Lennon decidiu o fim dos Beatles, diz Paul McCartney

Depois, Roberto Carlos afirmou que só soube de supostos fatos com o filme e se esquivou. “Muita coisa eu não vi acontecer. Aquela coisa de que o secretário jogou o dinheiro foi uma absoluta novidade. Nunca soube que aquilo tivesse acontecido. Sempre tive o maior respeito pelo Tim e não teria admitido que alguém fizesse aqui com ele”.

Veja a entrevista:

Por Igor Miranda