Pitty fala sobre machismo, maternidade e música com Elza Soares

Elza Soares gravou a música'Na Pele' com Pitty (Reprodução/Twitter)

Elza Soares gravou a música ‘Na Pele’ com Pitty (Reprodução/Twitter)

Pitty ficou um tempo distante da mídia para cuidar de sua filha, Madalena. Entretanto, a cantora já está com uma série de projetos incríveis – inclusive, ela fez uma música com Elza Soares, chamada ‘Na Pele’, que deve ser lançada nesta semana.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Pitty comentou sobre como o empoderamento feminino e a luta pessoal contra o machismo a levaram a gravar a canção. E, claro, a cantora também destacou como a nossa sociedade está repleta de opressões.

“Hoje, é possível se manifestar e fazer barulho a respeito de vários assuntos sem estar necessariamente atrelado a um veículo de mídia tradicional. Temos visto muitas manifestações nesse sentido. Falta irmos mais além no combate das violências, do machismo, da homofobia, na proteção da população mais vulnerável. Tem de ser já, por que quem sofre tem pressa”, disse.

A artista também comentou que o machismo tem cura. “Conversar, debater e, principalmente, educar. A desconstrução dessa cultura patriarcal e machista se dará por intermédio da educação, da empatia e da revisão de valores. E, como não pode deixar de ser: lutando. Ninguém abre mão de privilégio sem embate”, afirmou.

A ideia de gravar uma música surgiu de Elza Soares, segundo Pitty. “Na verdade, foi ela que quis que gravássemos juntas. Fiquei imaginando que essa letra, que é muito densa, tinha de ser entoada por uma voz igualmente densa. Mandei a música para ela. A Elza fez a proposta, o que me deixou muito feliz. Cada frase dessa letra tem a ver com a história da Elza Soares. Fiz essa música para ela, no fim das contas. Eu só não sabia disso naquele momento”, disse, aos risos.

Veja também:
Deborah Secco e marido surgem em cenas quentes no clipe de Simone e Simaria

Maternidade e TV

Durante o bate-papo, Pitty falou sobre a filha, Madalena, e de como a chegada da pequena mudou sua vida. “Mudou tudo. A rotina, as prioridades, o sentimento. Os medos, a descoberta do amor incondicional por alguém”< disse. A cantora comentou sobre suas participações recentes em programas de TV. “O ‘Popstar’ (TV Globo) eu fiz só um dia, a cada programa é uma bancada diferente. O ‘Saia Justa’ (GNT) eu faço ao vivo toda quarta-feira e é uma experiência incrível”, disse.

Pitty disse que está “amando” trabalhar na televisão e gostaria de estar em mais projetos. “É uma outra forma de me comunicar não só com meu público, mas com um monte de gente diferente. Sim, quero continuar e quem sabe até me aprofundar”, disse.

* Por Estadão Conteúdo

#comentários

Compartilhar