Fotos: Reprodução/Instagram

Diário de Prince revela que ele odiava o trabalho de Katy Perry e Ed Sheeran

O astro Prince, falecido em 2016, já havia declarado em vida que não era um grande fã da música pop da atualidade. Antes de nos deixar, o cantor vinha trabalhando em uma autobiografia. O jornalista Dan Prieperbring foi escolhido para concluir a obra depois de sua morte. Demorou, mas ‘The Beautiful Ones’ (‘Os Belos’, em tradução nossa) foi lançado recentemente.

O autor do livro mergulhou em inúmeras anotações escritas à mão que Prince havia deixado. Revirando armários, gavetas e propriedades do artista, o biógrafo encontrou desenhos, rascunhos de letras, documentos, fotografias e até uma sinopse de roteiro, entre muitas outras coisas.

Um pequeno trecho do livro lançado recentemente acabou chamando atenção de seus leitores, porque a “música pop” que tanto desagradava Prince tem nome e sobrenome. Em um pedaço de papel encontrado por Dan Prieperbring, o astro deixou bem claro que detestava os trabalhos da diva pop Katy Perry e do cantor Ed Sheeran.

Veja também:
A genial estratégia de Jessie J para se tornar um fenômeno pop na China

“Precisamos dizer a eles que insistem em nos enfiar Katy Perry e Ed Sheeran goela abaixo e não gostamos disso, não importa quantas vezes eles toquem suas músicas”, disse o cantor.

As memórias póstumas de Prince foram lançadas oficialmente no último dia 29, nos Estados Unidos. Ainda não há previsão para publicação da obra traduzida para o português.

Katy Perry e Ed Sheeran não se pronunciaram em resposta ao trecho polêmico da autobiografia.

Veja também:
Michael Jackson já rendeu mais de R$ 7 bilhões somente após sua morte

*O texto não reflete, necessariamente, a opinião do Revista Cifras.

Sou jornalista, mas nas horas vagas gosto de fingir que sou influenciador digital. Me segue no insta! @meunomenaoedolfo