Quase um ano após acidente, motorista de Cristiano Araújo é intimado a depor

Motorista é denunciado por homicídio culposo, sem intenção de matar (Instagram)

Motorista é denunciado por homicídio culposo, sem intenção de matar (Instagram)

O motorista Ronaldo Miranda Ribeiro foi intimado pela Justiça, por meio de uma carta precatória, para depor sobre o acidente de carro que culminou na morte de Cristiano Araújo e de sua namorada, Allana Moraes. A intimação foi feita quase um ano após o fato, que ocorreu no dia 24 de junho de 2015.

Ainda não há data para a oitiva de Ronaldo Miranda Ribeiro. Aguarda-se a elaboração de uma certidão para marcar o dia em que o depoimento será feito. O condutor, de 41 anos, foi denunciado por homicídio culposo – quando não há a intenção de matar. O acidente aconteceu na rodovia BR-153, entre as cidades de Morrinhos e Pontalina, em Goiás.

A denúncia havia sido aceita pelo juiz Diego Custódio Borges, responsável pelo caso, em 23 de setembro de 2015. A partir de então, o processo tramitou na justiça até chegar nesta fase. O depoimento de Ronaldo Miranda Ribeiro é uma etapa importante da investigação, visto que ele conduzia o veículo no momento do acidente.

Entrevista

Em entrevista concedida em agosto de 2015, para o programa “Domingo Show”, da TV Record, Ronaldo Miranda Ribeiro falou sobre a morte de Cristiano Araújo pela primeira – e, provavelmente, única – vez à imprensa. Na ocasião, ele afirmou que a morte do casal aconteceu pelo fato de não estarem utilizando cintos de segurança. “Quando era na frente, nem precisava pedir. Ele sentava e já colocava. Mas atrás, ele ia deitado com ela. Falava para colocar o cinto, mas como o Cristiano gostava de ir deitado, não tinha como colocar”, contou.

Veja também:
Gusttavo Lima relembra casa de pau a pique e incêndio na infância

Durante a entrevista, Ronaldo Miranda Ribeiro disse, ainda, que ninguém estava dormindo quando aconteceu o acidente, pois eles pararam em um posto de combustível pouco tempo antes para comprar comida.

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar