“Quem limparia privadas se não fossem os latinos?”, polemiza Kelly Osbourne

Declaração feita em programa de TV repercutiu de forma negativa (Divulgação)

Declaração feita em programa de TV repercutiu de forma negativa (Divulgação)

O preconceito de alguns americanos com povos latinos tem se acentuado na mídia. Depois de Donald Trump, foi a vez de Kelly Osbourne, filha de Ozzy Osbourne fazer uma declaração bastante xenófoba.

Durante uma entrevista concedida ao programa de TV “The View”, nos Estados Unidos, Kelly Osbourne falou justamente sobre Donald Trump, candidato à presidência do país pelo Partido Republicano e que recentemente afirmou que os mexicanos que migram para os EUA são “estupradores e traficantes”. Na ocasião, Trump foi contestado até mesmo por Shakira, que é colombiana.

Em um momento infeliz, a filha de Ozzy Osbourne disse: “Se você tirar todos os latinos do país, quem iria limpar a sua privada, Donald Trump? Digo que… você sabe o que quero dizer? Falando sobre Los Angeles, por exemplo… “. Logo ela foi interrompida por outra participante do programa, que afirmou que “não é só nisso que latinos trabalham”. Kelly Osbourne falou que não quis insinuar algo dessa forma e que não discutiria sobre o assunto.

Após a repercussão negativa do caso, Kelly Osbourne resolveu se manifestar pelo Facebook. “Sempre me responsabilizo pelo que faço. Me responsabilizo pela escolha ruim de palavras, mas não vou me desculpar por ser racista, pois não sou. Fui interrompida por Rosie e não concluí o pensamento, mas não a culpo. Aprendi uma lição e espero que isso inicie um debate sobre imigração. A propósito, eu limpo a porr* da minha privada”, afirmou a ex-cantora.

Veja também:
'Ninguém é obrigado a assistir', dispara Anitta sobre série de sua vida na Netflix

Veja um vídeo com o momento da infeliz declaração e a postagem feita por Kelly Osbourne no Facebook:

I want to start by saying I ALWAYS take responsibility for my actions. In this particular case I will take…

Posted by Kelly Osbourne on Terça, 4 de agosto de 2015

Por Igor Miranda

#comentários