Relatório aponta que carro de Cristiano Araújo estava a 179 km/h antes de capotar

Veículo estava 69 km/h acima do permitido (Reprodução/Instagram)

Veículo estava 69 km/h acima do permitido (Reprodução/Instagram)

Um relatório técnico feito pela montadora Land Rover, fabricante do carro Range Rover, que Cristiano Araújo utilizava durante o acidente que o matou, apontou que o veículo estava a 179 km/h ao capotar. Os dados foram analisados a partir da “caixa preta” do automóvel, por profissionais da Inglaterra.

De acordo com informações divulgadas anteriormente pela imprensa nacional, o relatório técnico feito pela montadora não substitui o laudo da perícia, que ainda não foi concluído. Caso as informações sejam concretas, o carro estava a 69 km/h acima da velocidade máxima permitida para a rodovia BR-153 – onde aconteceu o acidente -, que é de 110 km/h.

Em recente entrevista ao programa “Domingo Show”, o condutor do carro, Ronaldo Miranda, já havia admitido que estava acima da velocidade permitida, assim como declarou em depoimento à Polícia Civil. Ele poderá ser indiciado por homicídio culposo, com pena de reclusão entre dois e quatro anos, caso o excesso seja confirmado.

Cristiano Araújo morreu na manhã de 24 de junho deste ano, após um acidente de carro na BR-153, entre as cidades de Morrinhos e Pontalina, em Goiás. Ele tinha 29 anos e sua namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, que o acompanhava na viagem, também faleceu. Araújo voltava de um show em Itumbiara, sul de Goiás, quando o veículo que ele estava saiu da estrada e capotou. Ele foi levado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Veja também:
Ex-namorada revela 'podres' de Nego do Borel após polêmica com beijo gay

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar