Roberto Carlos processa corretor de imóveis de mesmo nome em Vila Velha

Cantor alega ser detentor da marca'Roberto Carlos' (Divulgação)

Cantor alega ser detentor da marca ‘Roberto Carlos’ (Divulgação)

Roberto Carlos moveu uma ação judicial contra um corretor de imóveis homônimo em Vila Velha, no Espírito Santo. O motivo seria o uso da “mesma marca” que o cantor – no caso, o nome.

O processo movido pela Editora Musical Amigos Ltda, pertencente a Roberto Carlos, é o de número 112383.2.59.2014.8.26.0100, na 15ª Vara Cível de São Paulo. Pede-se que o corretor Roberto Carlos Vieira retire seu nome composto da imobiliária da qual é proprietário.

Caso a determinação não seja cumprida, o corretor imobiliário precisa pagar uma multa diária de R$ 10 mil. A corretora foi fechada e seu site foi retirado do ar até que o processo seja julgado.

O processo corre em segredo de justiça. No site do Tribunal de Justiça de São Paulo, é possível visualizar apenas alguns detalhes da ação – como a data de distribuição, 9 de dezembro de 2014, e o valor da ação, que é de R$ 20 mil. O site Extra, do portal Globo, divulgou um arquivo com um acordo entre ambas as partes, rejeitando o recurso da Editora Musical Amigos Ltda, no entanto, não se sabe se a empresa irá recorrer novamente.

Em entrevista ao jornal A Tribuna, o corretor Roberto Carlos Vieira afirmou que a atitude do cantor destruiu a vida dele. “Não tenho como dissociar meu nome da minha profissão sem ter perdas, mas retirei imediatamente o site do ar, rasguei cartões de visita, destruí placas, tive um prejuízo enorme com essa situação e ainda a descontinuidade no meu negócio. Acabou a minha vida”, disse. A assessoria de Roberto Carlos preferiu não se pronunciar sobre o assunto.

Veja também:
Nos anos 80, Michael Jackson pediu para interpretar James Bond no cinema

Por Igor Miranda

Compartilhar