Fotos: Reprodução/Redes Sociais Sara Mariano - marido Ederlan Mariano

Cantora gospel assassinada juntava dinheiro escondido para largar do marido

Sara Mariano – pastora e conhecida cantora gospel que foi morta na última semana pelo marido – vivenciava um casamento problemático repleto de agressões emocionais e físicas. Ela planejava se divorciar de Ederlan Mariano, de acordo com informações de pessoas próximas.

  • Samsung Galaxy S23 Ultra 256 GB com desconto de quase R$ 4 mil, frete grátis e pode dividir em 10x sem juros? Clique aqui antes que acabe!

A artista estava guardando dinheiro secretamente, que escondia em um sapato, como parte de seu plano para deixar o lar e começar uma nova vida.

Soraya Correia, irmã da vítima, relatou em entrevista que a vida conjugal de Sara foi marcada por constantes oscilações emocionais. Contudo, a situação piorou gravemente em maio deste ano, quando Sara passou a ser agredida fisicamente. O casal estava junto há 13 anos e tem uma filha de 11.

“O sonho dela era ter um casamento verdadeiro, com amor, sem brigas e sem farsas. Mas isso não acontecia. Ele bebe demais e a Sara chegou a comentar com a nossa mãe que ele a agredia de todas as formas. Ela vinha sofrendo muito no relacionamento”, informou Soraya Correia em entrevista ao portal ‘Uol’.

A família também revelou que Sara Mariano tinha intenção de se divorciar, mas o medo de Ederlan a paralisava.

Para angariar os recursos necessários para a independência, a cantora estava juntando dinheiro às escondidas e o colocava dentro de seus sapatos.

Veja também:
Os detalhes da conturbada relação entre Mick Jagger e Luciana Gimenez

Ela sempre falava que tinha muito medo dele, mas muito medo mesmo. Ele sabia que ela guardava um dinheiro, mas não sabia onde e nem quanto ela tinha. Ela contou para a minha mãe que estava guardando em um sapato. A gente acha que ele pode ter descoberto esse dinheiro e que ela pretendia se separar“, acrescentou Soraya.

Segundo relatos de familiares, a intenção de Sara era deixar o lar em novembro, após finalizar seus compromissos profissionais como cantora gospel.

O desaparecimento de Sara aconteceu na terça-feira (24), quando ela saiu para participar de um evento em uma igreja evangélica. O corpo foi encontrado carbonizado dois dias depois, em uma estrada do município de Dias d’Ávila, na região metropolitana de Salvador.

Marido matou cantora gospel

A Polícia Civil aponta Ederlan Santos Mariano como o principal suspeito pelo crime. Ele foi detido na madrugada do último sábado (28) e teve sua prisão temporária confirmada após audiência de custódia.

De acordo com as autoridades, Ederlan confessou o assassinato, mas essa versão é contestada pelo advogado que o representa. “Ele nega que tenha confessado e não há nada nos autos que comprove que ele tenha confessado”, afirmou o advogado Otto Lopes.

A investigação ainda está em curso e a Polícia Civil não descartou a possibilidade de envolvimento de outras pessoas no crime.

Veja também:
João Guilherme comenta sobre 1º papel em série 'mais adulta' que acaba de estrear

A investigação está em andamento e detalhes não serão divulgados para não atrapalhar o andamento do inquérito policial”, informou a instituição em comunicado oficial.

Sara Mariano cantora gospel

Foto: Reprodução/Instagram

  • Samsung Galaxy S23 Ultra 256 GB com desconto de quase R$ 4 mil, frete grátis e pode dividir em 10x sem juros? Clique aqui antes que acabe!

Marido confessa assassinato de cantora gospel: ‘queria se livrar dela’