“Sensação de morte”, afirma Lucas Lucco sobre depressão e síndrome do pânico

Cantor revelou ter sido proibido de dirigir por psicanalista (Divulgação)

Cantor revelou ter sido proibido de dirigir por psicanalista (Divulgação)

O cantor Lucas Lucco falou sobre a depressão e a síndrome do pânico, problemas enfrentados por ele recentemente. As revelações foram feitas durante participação no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, na última quarta-feira (11).

Lucco revelou que não sentiu nenhum sintoma antes de os problemas de saúde chegarem de vez. “As coisas foram acontecendo e, quando eu me vi, já estava desse jeito. Eu comecei a faltar às gravações da novela e também aos shows, não conseguia mais sair de casa, tinha medo de sair”, contou.

O cantor disse que a sensação oferecida pela depressão e pela síndrome do pânico é de “morte”. “É uma ferida que ninguém pode enxergar, as pessoas te olham e não conseguem ver isso, só conseguem ver um rosto trite. Parece que as pessoas que estão ao seu redor não te entendem. Você perde todo o seu brilho, toda a sua cor. É uma sensação de morte”, afirmou.

Seis meses após perceber que estava doente, Lucas Lucco afirmou que se sente melhor. Segundo ele, o apoio espiritual tem sido importante para se curar. “Depois que essa nuvem negativa saiu da minha vida pude perceber várias coisas. Sempre fui emotivo, sou de uma família de muita fé. A história toda da minha carreira tem quatro anos. Entendi o propósito de Deus na minha vida, o porquê disso ter acontecido. Antes do sucesso eu não tinha nada. Era vendedor de shopping. Você pode ser rico ou pobre que essa doença não escolhe”, disse.

Veja também:
Junior abre o jogo e revela os segredos por trás da icônica foto na banheira de miojo

Proibido de dirigir

Durante o programa, Lucas Lucco revelou ter sido proibido de dirigir por um mês em função dos problemas pelos quais passava. “Fui proibido pela minha psicanalista de dirigir por um mês. Achava que ia chegar alguém com uma arma na minha cabeça. Ia fazer show e achava que meu camarim estava cheio de câmeras”, disse.

Relembre

Lucas Lucco chegou a fazer um desabafo nas redes sociais, no fim do ano passado. “Uso remédios pra conseguir voar, uso remédios pra dormir, pra acordar, pra me manter calmo, pra conseguir ficar dentro de um hotel…”, disse, na época.

Por Igor Miranda

Opiniões, curiosidades, resenhas, listas e sobre todos os tipos de música são o foco desta coluna, comandada por Igor Miranda, jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical. Contato: [email protected]

Compartilhar