Spotify pode atrasar lançamentos para usuários gratuitos

Medida seria tomada após exigência de três grandes gravadoras (Divulgação)

Medida seria tomada após exigência de três grandes gravadoras (Divulgação)

O Spotify disponibiliza seus serviços de streaming de música de forma gratuita com algumas restrições. Os planos pagos, por sua vez, oferecem mais funcionalidades.

A disparidade entre o que é oferecido pelo Spotify nos serviços gratuito e pago pode aumentar ainda mais. Segundo o site Financial Times, a companhia de streaming pretende atrasar o lançamento de músicas e discos atuais para usuários que não pagam pelo aplicativo.

A ideia não é apenas fazer com que mais usuários contratem os serviços do Spotify. Há, também, o interesse (e a exigência) de três grandes gravadoras por trás: Universal, Sony e Warner. Com maior faturamento da companhia de streaming, os selos também podem cobrar mais alto pelos direitos de suas músicas. E, vale destacar, boa parte do catálogo do app vem deste trio.

A medida não é inédita neste segmento. Alguns concorrentes já restringem parcialmente o seu conteúdo apenas a usuários “premium”, como a Apple Music. Já o Tidal só oferece o seu serviço a quem paga pela assinatura.

Não é a primeira vez que este rumor chega à mídia. Em outras ocasiões, representantes do Spotify afirmaram que não tinham intenção de restringir conteúdo só para assinantes pagos. No entanto, desta vez, a possibilidade da informação ser verdadeira é maior, visto que partiu do interesse das gravadoras. Não há previsão de quando a medida seria implementada, caso seja real e devidamente aprovada.

Veja também:
Sérgio Reis é internado e passa por cirurgia no coração; veja vídeo dele no hospital

Por Igor Miranda (@silvercm)

Compartilhar