Taylor Swift depõe contra DJ e diz: "fui violentada como nunca antes" - Revista Cifras

Taylor Swift depõe contra DJ e diz: “fui violentada como nunca antes”

Cantora diz que DJ levantou seu vestido durante meet & greet (Reprod./Instagram)

Cantora diz que DJ levantou seu vestido durante meet & greet (Reprod./Instagram)

Taylor Swift prestou depoimento à Justiça sobre o abuso sexual que teria sofrido durante um meet & greet, no ano de 2013. A cantora acusa o DJ e radialista americano David Mueller de apalpá-la enquanto ela tirava fotos com ele.

A cantora afirmou que se sentiu constrangida e violada ao ter sido assediada. “Eu me lembro de estar inquieta, me sentindo violentada de uma maneira que nunca tinha vivido antes”, disse.

O depoimento de Taylor Swift foi colhido na última sexta-feira (21), durante uma audiência da ação que ela moveu contra David Mueller. O DJ afirma que o assédio foi “acidental”.

Veja também:  Show do Skid Row em São Paulo é confirmado

A artista nega que tenha sido acidental. “No momento em que posávamos para a foto, ele usou a mão para levantar meu vestido e pegar no meu traseiro. Não importa o quanto eu escapasse, estava lá. Foi completamente intencional”, afirmou.

A foto de Taylor Swift e o DJ David Mueller foi mantida sob sigilo. No entanto, o depoimento tornou-se público após decisão do juiz. As informações acima foram divulgadas pela revista Billboard.

Relembre

Taylor Swift acusa o DJ David Mueller de abuso sexual após um meet & greet realizado pela cantora antes de um show em Denver, nos Estados Unidos, em 2013. O caso se tornou público no segundo semestre de 2015.

Veja também:  Site afirma que Mariah Carey fará show no Réveillon do Rio de Janeiro

Graças ao incidente, David Mueller foi demitido de seu emprego na estação de rádio onde trabalhava e foi denunciado, também pela emissora, após investigação interna. A cantora garante que, caso vença o processo, doará o dinheiro recebido para instituições de caridade.

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar