Taylor Swift renegocia contratos de fotógrafos após ser chamada de hipócrita

Cantora exigiu direitos da Apple, mas'explorava' fotógrafos (Divulgação)

Cantora exigiu direitos da Apple, mas ‘explorava’ fotógrafos (Divulgação)

A polêmica entre Taylor Swift e os fotógrafos que cobrem seus shows na turnê “1989” chegou ao fim. Após ser chamada de hipócrita por um dos profissionais, a cantora aceitou renegociar os contratos de imagem com a Associação Nacional de Jornalistas Fotográficos dos Estados Unidos.

Taylor Swift foi criticada pelo contrato que seus assessores apresentavam aos fotógrafos da turnê. Antes, eles só podiam utilizar as imagens que faziam por uma única vez e depois eram obrigados a ceder os direitos para a equipe da cantora e recebiam apenas um valor unitário e fixo, sem nenhum centavo adicional por cada uso posterior – algo diferente do praticado por grande parte de artistas e empresas no geral.

O acordo, agora, permite que os profissionais utilizem as fotos quantas vezes eles queiram e comercializem como desejarem. Apenas dois pontos do trato foram mantidos: as imagens precisam ser avaliadas pela equipe de Taylor Swift anteriormente e aquelas que não agradarem podem ser removidas de acordo com critérios particulares.

No fim do mês passado, Taylor Swift chegou a ser chamada de “hipócrita” pelo fotógrafo Jason Sheldon, do Reino Unido. Segundo o profissional, a cantora não era coerente com os protestos que ela mesma fazia contra o modo de pagamento da Apple Music. Sheldon afirmou que a artista defendia o pagamento dos envolvidos na indústria musical, mas não faz o mesmo nem com os profissionais que trabalham cobrindo suas apresentações, ao “roubar” os direitos para uso perpétuo do produto final.

Veja também:
Facebook testa recurso para competição de karaokê entre usuários

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar