"The Voice Brasil" 2016 é confirmado, mas pode ter nova mudança entre jurados - Revista Cifras

“The Voice Brasil” 2016 é confirmado, mas pode ter nova mudança entre jurados

Rumores apontam que Claudia Leitte possa estar de saída (TV Globo/Divulgação)

Rumores apontam que Claudia Leitte possa estar de saída (TV Globo/Divulgação)

A TV Globo confirmou, nesta quarta-feira (2), que o reality show musical “The Voice Brasil” será produzido em 2016. A inclusão da quarta edição do programa na grade da emissora foi informada ao portal UOL.

Porém, segundo o site, a Globo não informou se a equipe de jurados, chamados de técnicos dentro do programa, continuará a mesma. Ainda segundo o portal, existem rumores de que Claudia Leitte possa ser trocada na próxima edição.

Sabe-se que a mudança de técnicos é um pedido da produtora holandesa Endemol, que detém os direitos do reality show. O objetivo é garantir que o ambiente seja “oxigenado”, além de gerar reações diferentes no telespectador nas diferentes temporadas que possam ser produzidas. Michel Teló estreou como jurado neste ano, no lugar de Daniel. Nas demais temporadas, os outros participantes – Lulu Santos, Carlinhos Brown e Claudia Leitte – estiveram na mesma função.

Veja também:  DJ Pitbull participa de versão remix de "Ai, se eu te pego"

Decadência?

A coluna do jornalista Ricardo Feltrin revelou, também nesta quarta (2), que a atual temporada do “The Voice Brasil” tem a pior audiência desde a estreia, em 2012. Apesar da liderança no horário, o programa tem contado com cerca de 34,8% de “share” – ou seja, a cada 100 TVs ligadas, 35 estão no reality show musical. Nas outras edições, as médias foram de 36,7% em 2012, 47,6% em 2013 e 39% em 2014.

Em relação a pontos de audiência, também segundo a coluna de Feltrin, a média deste ano é de 20,3 pontos. Trata-se da segunda pior média do reality show musical nos nove primeiros episódios – perde apenas para a temporada inicial, que teve média de 15,4 no período analisado.

Veja também:  #SemanaDoRock: 30 grandes hits do rock nacional e internacional da década de 1980

Por Igor Miranda

#comentários