Valesca Popozuda afirma que já foi ameaçada de morte por ex-namorado

Biografia de Valesca será lançada na Bienal do Livro, em São Paulo (Divulgação)

Biografia de Valesca será lançada na Bienal do Livro, em São Paulo (Divulgação)

Um trecho da biografia de Valesca Popozuda, “Sou dessas”, conta a história de um relacionamento abusivo pelo qual a cantora passou. O fragmento foi divulgado para a imprensa para divulgar o livro.

De acordo com Valesca Popozuda, o relacionamento abusivo aconteceu quando ela tinha 17 anos e durou por pouco mais de um ano. “No início era uma pessoa maravilhosa, boa, tinha um papo agradável. Ele era muito atencioso. Como eu era novinha, acreditava que o ciúme era normal, que era um jeitinho de mostrar que me amava”, diz.

A cantora revela que o ciúme ultrapassou o limite do aceitável em pouco tempo. “Até que o ciúme foi aumentando e ele me proibiu de ter amigos homens. Logo após essa proibição veio a intervenção das roupas que eu usava. O cara queimou diversos shorts e blusas curtas meus. Eu sabia que era por ciúme, mas achava que não tinha nada demais”, afirma.

Segundo Valesca, a situação se complicou de vez durante uma festa. “Meu namorado foi dominado pela fúria e saiu me arrastando pelo braço na frente de todo mundo. Eu tentava me desvencilhar, mas ele, por ser bem mais forte, me arrastou até o canto e disse que eu estava me oferecendo para todo mundo”, diz.

Veja também:
Antes de se assumir publicamente, Lulu Santos foi casado com outro homem por 14 anos

A artista diz que foi ameaçada de morte após eles irem embora da festa. “Quando cheguei em casa e fui arrumar minhas coisas, ele gritava e batia na porta, dizendo que dali eu não sairia. Se eu insistisse na ideia, sairia dali morta. Fiquei gelada, acuada. Temia pela minha vida e pela da minha mãe. Um dia esperei ele sair para trabalhar e fugi para a casa de uma conhecida. Fiquei lá por alguns dias, até que ele descobriu. Recebi muitas ameaças de morte e insultos”, afirma.

“Sou dessas”, biografia de Valesca Popozuda, será lançado na Bienal do Livro, em São Paulo, que acontece da próxima sexta-feira (26) até o dia 4 de setembro. No entanto, a obra já está disponível para venda em diversas livrarias virtuais.

Por Igor Miranda

#comentários

Compartilhar