Whitney Houston dava drogas para falecida filha, diz ex-marido da cantora

Morte de Bobbi Kristina Brown foi semelhante à de Whitney Houston (Wikimedia)

Morte de Bobbi Kristina Brown foi semelhante à de Whitney Houston (Wikimedia)

Ambas já falecidas, Whitney Houston e sua filha, Bobbi Kristina Brown, compartilhavam drogas. A afirmação é do cantor Bobby Brown, ex-marido da artista, em seu novo livro, intitulado “Every Little Step”.

De acordo com Bobby Brown, Whitney Houston fumava cigarros de maconha com frequência na frente de Bobbi Kristina Brown, enquanto ela era adolescente. Ainda segundo ele, em diversas ocasiões, Whitney ofereceu a droga para a filha do casal.

O livro, lançado nesta segunda-feira (13), traz diversos detalhes sobre o período em que Bobby Brown e Whitney Houston estiveram casados, entre 1992 e 2007. Na publicação, Brown afirma, por exemplo, que a cantora teve um caso extraconjugal com o rapper Tupac Shakur, morto em 1996.

Whitney Houston morreu em 11 de fevereiro de 2012, aos 48 anos, após ser encontrada afogada em uma banheira, com ataque cardíaco e overdose de cocaína como fatores contribuintes ao acidente. Bobbi Kristina Brown faleceu em 26 de julho de 2015, aos 22 anos, após ficar em coma por seis meses. O óbito veio de forma semelhante ao da mãe: Bobbi também afogada em uma banheira após misturar drogas.

Por Igor Miranda

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.