Yoko Ono se diz agradecida por Paul McCartney não a culpar pelo fim dos Beatles

Divulgação

Quando os Beatles acabaram, Yoko Ono foi apontada como uma das principais causas para o fim do tão aclamado grupo. Em 2012, Paul McCartney declarou que a viúva de John Lennon não foi a culpada pela separação da banda e agora, Ono se diz agradecida pelas palavras do ex-Beatle.

Ao Times, ela falou: “Fiquei muito, muito, agradecida. Fiquei chocada. Pensei: ´agora você diz isso? Agora, depois de 40 anos?´. Mas foi muito bom. Na atmosfera que o mundo criou para nós, não foi fácil para ele dizer uma coisa dessas.”

No entanto, para Yoko Ono, senão fosse pela rejeição que sofreu na época, não teria evoluído para ser a pessoa que é hoje. “Estou começando a entender algo interessante. Se todas aquelas pessoas não tivessem me atacado, o que eu estaria fazendo agora? O que sou hoje é resultado desses incidentes terríveis. Eu achava terrível todos esses anos, mas quando penso nisso agora, percebo que foi uma benção”, completou.

Por Débora Blezer

Compartilhar