Foto: Divulgação

Após novas acusações de abuso sexual, corpo de Michael Jackson pode ser exumado

Após a grande repercussão do recente lançamento do documentário ‘Leaving Neverland’, que reacende as denúncias de pedofilia e abuso sexual contra o cantor Michael Jackson, seu corpo poderá ser exumado ainda este ano. O músico morreu em 2009.

Depois do documentário, há um grupo de, no mínimo, 11 pessoas que também afirmam terem sido abusadas por Michael no passado. Por esse motivo, eles solicitam a exumação do corpo do cantor, para que sejam encontradas provas dos abusos.

“As amostras de DNA dos restos mortais dele podem provar que eles estão dizendo a verdade”, afirmou uma fonte que pediu ao portal americano Radar Online para não ser identificado.

Médicos forenses explicam que a exumação pode encontrar traços de pele ou unhas das vítimas, que as ligue de maneira sexual à Michael. Através de exames de DNA, isso poderá servir de prova contra o músico.

Caso uma investigação criminal seja aberta, a família Jackson não precisará autorizar a exumação do cadáver.

“Muito perturbador”: veja detalhes do novo documentário sobre Michael Jackson

#COMENTE

Compartilhar