Foto: reprodução / Instagram

Justin Bieber defende Chris Brown e o compara a Michael Jackson e Tupac

O cantor Justin Bieber causou polêmica entre seus fãs após fazer uma postagem em seu Instagram em que defende o cantor Chris Brown e o compara aos astros Michael Jackson e Tupac Shakur, ambos já mortos.

“Todos querem esperar até as pessoas morrerem para das os créditos que elas merecem. Estou avisando agora, quando Chris Brown se for, após uma longa vida, vocês vão sentir o que tiveram à sua frente nesse tempo todo”, escreveu Justin Bieber.

Em janeiro de 2019, Chris Brown chegou a ser preso na França por suspeita de estupro, sendo solto menos de 24 horas após o fato. Ele abriu um processo de calúnia contra a mulher que fez a acusação. Na ocasião, Justin Bieber também saiu em defesa do amigo: “Você é o melhor”.

Em 2009, Chris Brown foi condenado a cinco anos de liberdade condicional por ter espancado sua então namorada, a cantora Rihanna. À época, ele confessou o crime. Em 2017, outra de suas ex-namoradas, a modelo Karrueche Tran, pediu uma ordem restritiva contra Chris alegando que ele a agrediu e ameaçou matá-la.

“Confiem em mim e vocês verão. As pessoas que estão menosprezando o talento desse homem por causa dos erros que ele cometeu… vocês precisam reavaliar! Amo você, Chris Brown!”, concluiu Justin Bieber.

Confira abaixo a publicação em que Justin Bieber apoia Chris Brown e compara o rapper a Michael Jackson e Tupac Shakur:

Michael Jackson morreu em junho de 2009, e sofreu com acusações de abuso sexual e pedofilia ao longo da vida. Em 2019, a HBO lançou o documentário ‘Leaving Neverland’, com depoimentos de supostas vítimas do cantor.

A família de Michael Jackson, porém, criticou as acusações do documentário em nota (leia a íntegra aqui): “Os dois acusadores testemunharam sob juramento que esses eventos nunca ocorreram. Eles não providenciaram nenhuma evidência independente e absolutamente nenhuma prova para sustentar suas acusações, o que significa que o filme inteiro depende apenas da palavra de dois mentirosos”.

Tupac Shakur morreu em 13 de setembro de 1996, aos 25 anos de idade. Em 1995, ele foi condenado à prisão por conta de um caso de estupro que teria ocorrido em 1993.

Justin Bieber defende Chris Brown de acusação de estupro e é detonado na web