Foto: divulgação

Alok revela que recusou R$ 10 milhões para divulgar ‘cura gay’ em clipe

O DJ Alok revelou, em recente entrevista ao canal de Matheus Mazzafera no YouTube, que recusou um cachê de R$ 10 milhões para gravar um videoclipe. A temática da filmagem teria relação com a divulgação de uma suposta “cura gay”.

De acordo com Alok, o convite foi feito por meio de um evangélico. O clipe teria o seguinte enredo: um homem que é homossexual e descobre o Evangelho, convertendo-se em seguida.

“Vou te contar uma parada e eu nunca falei isso. Não vou expor ninguém, mas eu fui fazer um clipe e fui convidado por um cara que é da igreja evangélica. E falou assim ‘Cara, eu vou fazer teu clipe’. Ele falou ’10 milhões de reais para fazer esse clipe bombar!’ Aí eu falei: ‘Pô, que maneiro! Massa! Vamo aí!'”, contou, inicialmente.

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

A desilusão de Alok veio com a descoberta da temática do vídeo. “O roteiro era um cara que é gay e que aí ele descobre a bíblia e se converte. Eu falei, ‘Cara, você pode me dar os dez milhões e todo o dinheiro do mundo, mas não tem como eu fazer isso porque não é nisso que eu acredito! Não é essa a questão'”, afirmou.

O DJ pontuou que sexualidade não é uma questão de “opção”, por isso, a crença em uma “cura gay” não faria sentido para ele. “Não é uma opção. É uma questão de que ela nasceu assim e ela precisa expor aquilo que está dentro dela. Então eu realmente neguei, mas é f*da”, concluiu.

O momento pode ser conferido no vídeo da entrevista, a seguir, a partir de 9 minutos e 40 segundos:

Veja também:
Quanto artistas e influenciadores cobram por live? Veja os valores, segundo jornalista

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar