Fotos: Divulgação

Boicote: episódio de ‘Os Simpsons’ com Michael Jackson não será mais veiculado

Novo capítulo na série de boicotes que o nome do cantor Michael Jackson vem sofrendo: um clássico episódio da animação ‘Os Simpsons’, que contou com uma participação especial secreta do cantor, será totalmente tirado de circulação por seus produtores.

Assim como o restante da onda de boicotagem, a motivação para a decisão foi o recente lançamento do documentário ‘Deixando Neverland’, que reacende acusações de assédio sexual e pedofilia contra o cantor, morto em 2009.

O episódio que não será mais veiculado foi ao ar originalmente no mês de setembro de 1991. Com o título ‘Stark Raving Dad’, ele foi o primeiro da terceira temporada da série. No enredo, Michael Jackson dublou um inusitado personagem chamado Leon Kompowsky, que conhece Homer em um hospício.

Leon está internado justamente por acreditar que ele é o próprio Rei do Pop – apesar de não se parecer nem um pouquinho com o astro.

Uma curiosidade é que a participação de Michael não foi creditada no episódio. Durante muitos anos, os fãs acreditavam na teoria de que ele teria emprestado sua voz ao personagem, mas a confirmação só veio recentemente, com uma declaração do criador do seriado.

Segundo o produtor executivo James Brooks, em entrevista ao diário americano ‘The Wall Street Journal’, pode levar algum tempo até que o episódio seja efetivamente removido de todas as mídias, incluindo o serviço on-demand da Fox e futuras reedições em DVD.

Veja também:
Pharrell Williams sente vergonha de 'Blurred Lines' por apologia ao estupro

“Sou contra a queima de livros de qualquer tipo. Mas esse é o nosso livro, e nós podemos tirar um capítulo”, alegou Brooks. Segundo ele, o cocriador da série Matt Groening e o produtor Al Jean concordaram com a decisão: “os caras com quem eu trabalho — que passam suas vidas discutindo sobre piadas — concordaram unanimemente com isso”.

Após polêmicas, rádios em todo o mundo retiram Michael Jackson da programação

Compartilhar