Foto: divulgação

Por que o interesse pelas lives com shows caiu tanto, segundo Marília Mendonça

As lives com shows virtuais foram uma ótima alternativa para artistas levarem música para seus fãs em meio à pandemia do novo coronavírus. Porém, esse fenômeno tem perdido força na internet – e a cantora Marília Mendonça, que se destacou no formato, tem uma explicação para isso.

O Google Trends, plataforma que monitora e quantifica pesquisas de internautas, indicou que o interesse do público pelas lives musicais caiu em 67% desde o início da pandemia. A queda começou a ser sentida a partir do mês de maio e apesar do aumento nas buscas para o Dia dos Namorados, os números voltaram a cair.

Confira, abaixo, um gráfico que mostra os picos (e quedas) de pesquisa pelas lives na internet:

O fato foi constatado por uma matéria no site da revista ‘Veja’, que apontou possíveis causas para a queda. O texto aponta que houve “o que sempre se dá com a supersaturação dos modismos: ninguém aguenta mais”. Além disso, é destacado que a população passa por um “lento processo de retorno ás atividades”.

Veja também:
Quanto artistas e influenciadores cobram por live? Veja os valores, segundo jornalista

Marília Mendonça, dona da live musical com maior público em tempo real na história do YouTube, compartilhou a matéria da ‘Veja’ e complementou que essa queda de interesse é “um tanto quanto óbvia”. O motivo, segundo ela, é que “na maioria do país, temos bares abertos, resenhas e etc”.

“Um tanto quanto óbvio, já que usamos como distração e na maioria do país temos bares abertos, resenhas e etc. Já era esperado, mas ainda há um seleto público de fãs em casa com saudade dos shows de seus favoritos e esperam ansiosos. Dia 8 de agosto tô na área pra esses”, afirmou a cantora, divulgando sua próxima live.

Em resposta à publicação de Marília, um internauta comentou: “O que está afastando o povo agora é essa super produção, e não aguento mais esse negocio de sorteio”. A sertaneja, então, pontuou: “Não faço sorteio. Não digo que nunca farei, mas por enquanto essa é minha postura”.

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar