Foto: reprodução / YouTube

Processo faz clipe de Anitta para ‘Bola Rebola’ sair do ar, diz jornalista

O clipe da música ‘Bola Rebola’, parceria de Anitta com Tropkillaz, MC Zaac e J Balvin, ficou indisponível no YouTube por um período da última quinta-feira (23). O vídeo, lançado em fevereiro de 2019 no canal do Tropkillaz, apareceu como “indisponível” na plataforma por ter sido colocado como “privado”, mas foi disponibilizado após uma reportagem do jornalista Leo Dias, do ‘Uol’, apontar o fato.

Nenhuma explicação oficial foi divulgada pelos artistas envolvidos. No entanto, Leo Dias afirma que o motivo para o vídeo ter sido tirado do ar foi um processo movido pelo grafiteiro Wark, da Rocinha, contra a gravadora Universal, a produtora responsável pelo clipe e o Google, proprietário do YouTube.

De acordo com a publicação, Wark pede R$ 100 mil em danos morais pelo fato de sua arte, ‘O Anjo’, aparecer em cenas do clipe. O desenho está na comunidade da Gamboa, em Salvador, onde o vídeo foi gravado.

Em nota, o YouTube afirmou que não tem relação com o vídeo ter ficado indisponível. A gravadora, por sua vez, alegou que não se posicionaria devido a um feriado regional na última quinta-feira (23).

Vale reforçar que o vídeo acabou ficando disponível após a veiculação da reportagem. Isso pode indicar que, caso proceda, a situação judicial deve ser resolvida com o clipe ainda no ar.

Veja também:
Anitta diz que não fará live com show para evitar aglomeração de sua equipe

Anitta e ‘Bola Rebola’

O clipe de ‘Bola Rebola’ causou bastante rebuliço na época em que foi divulgado. O motivo? Dias antes, quando o vídeo ainda estava sendo filmado, Anitta divulgou algumas fotos do figurino ousado que utilizou na produção: vestindo apenas a parte de baixo de um biquíni, ela deixou os seios de fora, apenas com um pequeno acessório cobrindo os mamilos.

‘Bola Rebola’ réune Anitta com MC Zaac, Tropkillaz e J Balvin. Ela já havia trabalhado com todos eles antes, em ‘Vai Malandra’ e ‘Downtown’. O conceito do clipe foi inspirado no filme brasileiro ‘Cidade Baixa’, de 2005.

Até a manhã desta sexta-feira (24), o vídeo, que seguia no ar, contava com mais de 164 milhões de visualizações.

Veja também:
Por que Anitta quis tirar Manu Gavassi do 'BBB 20'? Saiba origem da treta

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.