Fotos: Reprodução/Instagram

Coração de Taylor Hawkins chegou ao dobro do tamanho até ‘colapsar’

Taylor Hawkinsbaterista da banda Foo Fighters – foi encontrado morto em um quarto de hotel na Colômbia no último sábado (26).

O exame toxicológico revelou que o coração do músico ficou com o dobro do tamanho normal quando ‘colapsou’ devido à overdose que ele sofreu.

  • Aspirador de pó, fritadeiras elétricas, enxoval, ventiladores… que tal conferir ofertas imperdíveis e renovar sua casa com até 40% de desconto e opção de FRETE GRÁTIS? Clique aqui.

O baterista tinha apenas 50 anos de idade e estava prestes a vir ao Brasil, para show do grupo no festival Lollapalooza, no domingo (27). Após o exame, foi confirmada a presença de 10 substâncias no organismo de Taylor Hawkins. Entre elas: maconha, antidepressivos tricíclicos, benzodiazepínicos e opioides. 

Veja também:
Taylor Hawkins: baterista do Foo Fighters morre 2 dias antes de show no Brasil

A mistura de substâncias ingeridas, que circulavam pelo sangue do músico, levou o coração dele a não suportar e parar.

De acordo com informações divulgadas por autoridades colombianas, o coração de Taylor Hawkins estava pesando 600 gramas – quase o dobro do esperado para um homem saudável de 50 anos.

Outro fato divulgado recentemente diz que o músico relatou dor no peito antes de morrer. Uma ambulância chegou a ir até o local, mas os profissionais encontraram Taylor já sem vida. Manobras para tentar reanimá-lo foram realizadas, mas sem sucesso.

“Tendo em conta que não se observam sinais de violência, propõe-se uma overdose preliminar como hipótese de morte; aguardando parecer técnico científico”, diz trecho do relatório emitido pelas autoridades colombianas, conforme publicou a revista ‘Semana’.

Taylor Hawkins sofreu overdose anteriormente

O contato do baterista com álcool e drogas vem de muitos anos. Em 2001, ele sofreu uma overdose e ficou em coma por duas semanas – mas sobreviveu. 21 anos depois, o músico não teve a mesma sorte.

Veja também:
Dave Grohl chama fã de 10 anos para tocar em show do Foo Fighters; assista

Em depoimento ao documentário ‘Foo Fighters – Back & Forth’, Taylor admitiu que tinha problema com essas substâncias.

“Eu achava que para ser um roqueiro você tinha que ser o Keith Richards, disse, citando o guitarrista da banda Rolling Stones, um dos grandes nomes do rock do século 20, que tinha forte vício em drogas.

Uma entrevista feita em 2018, o baterista afirmou que não era “extremamente viciado”. 

“Eu ia em muitas festas. Não era um viciado em si, mas eu estava festejando. Houve um ano em que as festas ficaram um pouco pesadas demais. Graças a Deus, em algum momento esse cara me deu o bagulho errado na dose errada uma noite, e eu acordei pensando: ‘O que diabos aconteceu?’ Isso foi um verdadeiro ponto de mudança para mim“, afirmou Taylor 4 anos atrás, se referindo à overdose.

Veja também:
Líder do Foo Fighters, Dave Grohl já sofreu 'overdose de café'

Veja uma foto da banda Foo Fighters, ainda completa:

Foto: Divulgação

Taylor Hawkins se juntou ao Foo Fighters em 1997, no disco ‘There Is Nothing Left to Lose’ após a gravação do segundo álbum da banda, ‘The Colour and the Shape’.

Antes de se juntar ao grupo, Hawkins teve uma breve passagem pela banda da cantora Alanis Morissette.

A informação da morte de Taylor Hawkins foi divulgada pela própria banda nas redes sociais e chocou os fãs em todo o mundo. “A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de nosso amado Taylor Hawkins”, diz o comunicado.

Veja também:
E o rock? Fãs cantam 'Evidências' após show do Foo Fighters no Rio

“Seu espírito musical e sua risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua mulher, filhos e família. Pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil”, continua.

  • Aspirador de pó, fritadeiras elétricas, enxoval, ventiladores… que tal conferir ofertas imperdíveis e renovar sua casa com até 40% de desconto e opção de FRETE GRÁTIS? Clique aqui.

Taylor Hawkins: baterista do Foo Fighters morre 2 dias antes de show no Brasil