Fotos: reprodução / YouTube e Facebook

Daniel Zukerman conta como entrou de penetra no velório de Michael Jackson

O radialista e humorista Daniel Zukerman, o ‘Impostor’ do ‘Pânico’ foi uma das pessoas que estiveram no velório de Michael Jackson, em 2009, cuja morte completa dez anos nesta terça-feira (25). Porém, ele entrou sem ser convidado, driblando um forte esquema de segurança.

Em entrevista ao canal Elcio Coronato, no YouTube, da Rede Snack, Zukerman deu vários detalhes sobre o episódio, desde o momento em que soube que iria para Los Angeles até a saída do espaço destinado ao adeus ao rei do pop.

Na época, o radialista fazia o papel de ‘O Impostor’, do ‘Pânico’. “Eu estava no shopping com minha ex-mulher e escutei no rádio sobre a morte de Michael Jackson. Como eu estava fazendo o quadro do impostor, já tinha feito coisas bem legais. Falei para minha ex-mulher: ‘será que os caras vão me mandar para o velório?’. Aí me ligou o Allan, o diretor, e falou: ‘meu, você vai lá cobrir'”.

Zukerman conta que começou a ligar para algumas pessoas, uma delas que morava em Los Angeles, pois precisava de coordenadas para chegar ao Staples Center, local onde o velório de Michael Jackson iria ocorrer.

Já no avião, a caminho da cidade americana, ele afirma que fechou os olhos e se concentrou na missão. “Imaginei como seria estar dentro do lugar, visualizei aquilo. Me deu sensação boa e falei: ‘vou entrar nisso aí'”, conta.

Veja também:
Por que Elton John é o personagem perfeito para biógrafos fazerem a festa

Uma vez que o que ele iria fazer estava errado, Zukerman decidiu que o único jeito de entrar no espaço restrito era não argumentar seus atos. “Eu só tenho uma chance: o cara olhou para baixo, eu vou passar”, pensou.

Chegando ao local, o esquema de segurança era forte e era preciso apresentar um comprovante de que havia sido convidado para o velório de Michael Jackson e uma pulseira, materiais que o humorista não tinha. “Vi uma equipe de TV japonesa, colei nos caras, peguei caixas, fui passando em todos os lugares. Falei para o André [produtor que estava com ele]: ‘não olha para trás, tenha segurança de só ir reto’. Na última porta, ele entrou e eu fui barrado”, lembra.

Sem desistir, Zukerman deu outro jeito de entrar no ginásio onde o velório ocorria, o que para ele foi emocionante. No final, depois de cruzar várias barreiras e entrar no espaço, ele ainda saiu do Staples Center conversando com Mike Tyson.

Confira a entrevista completa com Daniel Zukerman:

10 anos após sua morte, Michael Jackson segue vivo no imaginário popular

#COMENTE