Foto: divulgação

Fábio Jr. tem alta após uma semana internado com estafa e em observação

O cantor Fábio Jr. recebeu alta hospitalar, nesta segunda-feira (30), após ficar internado, desde domingo (22), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria do artista.

De acordo com seus representantes, Fábio Jr. estava apresentando sintomas físicos como cansaço, falta de ar, dores de cabeça e insônia. Dessa forma, os médicos fizeram um teste de coronavírus, que deu negativo, e o diagnosticaram com estafa, decorrente do estresse.

Veja também:
Se passou por gringo e cantava em inglês: curiosidades da carreira musical de Fábio Jr.

Apesar de ter feito uma bateria de exames, Fábio Jr. ficou este período todo no hospital apenas em observação, sem ser conduzido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O artista permanece em recuperação em sua casa.

Fábio Jr., de 66 anos, foi incentivado a buscar auxílio médico após relatar os sintomas a seu infectologista particular, David Uip – o mesmo que está trabalhando na campanha do Centro de Contingência do Coronavírus do governo do estado de São Paulo. Uip, inclusive, foi diagnosticado com Covid-19 e está em quarentena.

Os sintomas do Covid-19 envolvem febre, cansaço e tosse seca. Parte dos pacientes pode apresentar dores, congestão nasal, coriza, tosse e diarreia. Alguns pacientes podem ser assintomáticos, ou seja, estarem infectados pelo vírus, mas não apresentarem sintomas. O Ministério da Saúde estima que os pacientes mais jovens são os mais passíveis de não apresentar qualquer sinal da doença.

Diferente do veterano da música brasileira, outros artistas e famosos do país foram diagnosticados com coronavírus nas últimas semanas. Entre os que estão infectados com a doença, estão os cantores Di Ferrero, Xand Avião, Dinho Ouro Preto e Preta Gil, a atriz Fernanda Paes Leme e a influenciadora digital Gabriela Pugliesi.

Veja também:
Dinho Ouro Preto conta nas redes sociais como é estar com o coronavírus

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar