Jacaré relembra momentos de preconceito no É o Tchan e diz que chorava no camarim

Edson Cardoso, o Jacaré do É o Tchan, relembrou os momentos de preconceito que viveu nos 12 anos em que foi dançarino do grupo durante uma live no Instagram.

Primeiro, Jacaré afirmou que pelo simples fato de ser um dançarino, muitas pessoas achavam que ele era homossexual.

“Teve muito essa coisa de achar que eu era gay pelo fato de estar rebolando e dançando”, afirmou.

Veja também:
Sheilas burras? Jacaré gay? Dançarinos do É o Tchan falam do preconceito que sofreram

Depois, relembrou os momentos que considerou racistas na época em que o É o Tchan ganhou fama no país e que chegava a chorar no camarim por conta disso.

“Um dos primeiros momentos foi quando aparecemos em rede nacional, e na TV todo mundo foi só em cima da Carla Perez. Não aparecia a gente, pois só queriam mostrar a Carla. Ela, claro, não tem culpa de nada, é culpa do sistema, da sociedade, que queria mostrar sempre a mulher. Éramos quatro negros, eu, Beto (Jamaica) e Compadre Washington, e chamavam sempre a mulher loura, e não a Débora (Brasil, a primeira dançarina morena do grupo)” afirmou.

“Todo o grupo ficava triste, muito triste. Poxa, a gente batalhou tanto, ensaiava, criava, e os caras fazem isso, jogava só para uma pessoa. Eu chorava no camarim. Foi uns dos primeiros momentos tristes”, completou.

Por fim, Jacaré disse que em alguns momentos, afirmou que não tinha vontade alguma de se apresentar na televisão justamente por conta do problema.

“Teve momento de ir para programa de televisão e eu não querer fazer aquilo. Chorava no camarim. Velho, só queria dançar. Não quero que as pessoas olhem para o meu órgão genital, para a minha bunda, minha barriga. Quero que vejam o movimento inteiro, a coreografia que eu passei horas tentando criar”, comentou.

Desde 2016, Jacaré vive no Canadá com a mulher Gabriela Mesquita e os filhos Rafael e Beatriz. Ele garante que não trabalha mais com dança e tem realizado alguns trabalhos como ator no país. Já sua esposa concluiu recentemente o curso de Gestão Financeira.

Lembra dele? Longe do É O Tchan, Jacaré vive atualmente com a família no Canadá

Compartilhar