Foto: Wikimedia george harrison

Há 19 anos, morria George Harrison, o ‘Beatle quieto’

Há exatamente 19 anos, em 29 de novembro de 2001, morria o guitarrista George Harrison, integrante da banda The Beatles – e muitas vezes tido como o mais tímido e quieto dos quatro componentes.

Entre suas contribuições mais populares para o grupo destacam-se ‘Here Comes The Sun’ e ‘Something’, esta considerada por Frank Sinatra como ‘a mais bela canção de amor dos últimos 50 anos’.

Veja também:
Um ano antes de morrer, George Harrison rejeitou honraria da coroa britânica

A história de Harrison já inclui desde cedo a iniciação musical. Nascido em Liverpool, Reino Unido, em 25 de fevereiro de 1943, ele começou a tocar violão aos 12 anos e logo juntou amigos para formar uma banda, denominada ‘the Rebels’.

Foi nessa mesma época, no mesmo ônibus a caminho da escola, que o garoto conheceu Paul McCartney – que por sua vez começava a montar uma banda com outro garoto, chamado John Lennon. Assim estava quase completo o grupo hoje registrado como o mais aclamado da história da música popular.

Como membro da banda, Harrison também se destacou por aproximar o estilo pessoal à musicalidade dos Beatles. Assim, ele difundiu características do misticismo indiano, vertente da qual era grande admirador.

Além da fundamental participação no quarteto, após o termino da banda Harrison seguiu com a carreira solo.

Ganhou destaque ocupando o 21º lugar na lista dos 100 maiores guitarristas da história, em eleição elencada pela revista Rolling Stone. E ainda marcou história ao participar como membro do Travelling Wilburys, quinteto que reuniu Bob Dylan, Roy Orbison, Tom Petty e Jeff Lynne.

O músico faleceu no dia 29 de novembro de 2001, vítima de um câncer no pulmão. Em 2011, a história do músico foi retratada no documentário ‘Living in the Material World’, documentário de Martin Scorsese.

Ironia do destino: homenagem a George Harrison é destruída por besouros

Compartilhar