Foto: reprodução / Instagram

Victor Chaves é condenado por agredir a esposa em 2017 e recorre

O cantor Victor Chaves, dupla de Léo, foi condenado pela agressão contra a ex-esposa, a empresária Poliana Bagatini, em fevereiro de 2017. A sentença estabelecida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foi de 18 dias de prisão em regime aberto, mas a juíza do caso suspendeu a pena de forma condicional por 2 anos. Ficou estipulado, ainda, o pagamento de multa de R$ 20 mil por danos morais, além dos custos do processo.

A decisão, em primeira instância, foi tomada em 29 de novembro, porém, só agora foi divulgada publicamente, já que o caso deixou de estar em segredo de justiça. Victor Chaves recorreu na última quinta-feira (9) e o caso, agora, tranmita no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Victor Chaves havia sido indiciado por vias de fato – ataque ou violência contra uma pessoa que não resulta em lesões corporais, com pena que pode ser aplicada em multa caso não constitua crime. Na época da agressão, Poliana Bagatini estava grávida de 4 meses, esperando o segundo filho do casal.

Uma reportagem do programa ‘Domingo Espetacular’, da Record, apresentou, neste domingo (12), um vídeo que mostra a agressão. Poliana entra no elevador do prédio prédio onde eles moravam e Paula Chaves, cunhada dela, também está no local. Logo após, é possível ver Victor Chaves puxando as duas para fora. Uma das pernas do músico segue em direção à esposa – no depoimento, ela declarou não saber se foi um chute ou um empurrão.

Veja também:
Record divulga vídeo de Victor Chaves agredindo a esposa em 2017

O artista, por sua vez, disse à Justiça que não se lembrava da situação, mas não tinha intenção de agredir a então esposa. Ele afirmou que só queria impedir que Poliana se aproximasse da filha do casal, que estava no prédio. Em vídeo publicado nas redes sociais, ainda em 2017, Victor afirmou que praticou “um ato de desespero, para conter uma pessoa que estava completamente fora de si de pegar uma criança de 1 ano”.

Veja, a seguir, a reportagem completa e um vídeo que mostra, separadamente, o momento da agressão:

Saída do ‘The Voice Kids’ e hiato

Quando a notícia sobre a agressão foi divulgada em 2017, Victor Chaves acabou sendo afastado, de imediato, do programa ‘The Voice Kids’, do qual era jurado com o irmão Léo. Imagens de capítulos já gravados foram editadas para que Victor não aparecesse. Léo foi preservado até o fim da temporada, mas a dupla acabou substituída por Simone e Simaria na edição seguinte.

Veja também:
Léo Chaves volta a falar sobre dupla com Victor: 'já tinha enchido o saco'

Victor e Léo anunciaram, em 2018, que iriam dar um tempo nos trabalhos da dupla. Leo Chaves está em carreira solo. Já os projetos de Victor não são divulgados para o público, mas ele tem publicado vídeos de músicas – ao que tudo indica, inéditas – na internet.

“Nós temos uma história muito intensa, que pouca gente conhece”, explicou Leo, em entrevista ao ‘Uol’, em 2018. “É uma construção longa, de 26 anos de carreira. De muitas quedas e crises, de muito boteco e barzinho. De um legado ligado às pessoas e à sociedade. Fortes emoções, pessoas que transformaram suas vidas com nossas músicas, nossos shows. Sempre levamos isso muito a sério. A gente precisa de um oxigênio para que a gente possa criar bem mais. […] Essa história da pausa, das férias prolongadas, é apenas um capítulo da dupla Victor e Leo que está longe de terminar. É um livro que ainda está sendo escrito”, completou.

Veja também:
Sertanejo domina lista das 10 músicas mais ouvidas no YouTube em 2019

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.