Revista Cifras - As notícias do mundo da música
Revista Cifras
Gusttavo Lima
Gusttavo Lima se revolta com preço de coxinha em aeroporto e vídeo viraliza
Spice Girls
Mel B faz festa temática das Spice Girls para a sobrinha
Naldo
Solto, Naldo Benny faz show em festa da PM e diz que buscará ajuda
Anitta
Anitta faz festa de fim de ano e sorteia carro entre funcionários
Débora Blezer
Ver Colunas de Débora Blezer

#artigo

Confira as 20 músicas que são a alma do Rio de Janeiro

3/1/2013 2:40:21 PM



Nesta sexta-feira, 1º de Março, a cidade do Rio de Janeiro comemora seu aniversário de 448 anos. Além de tantas riquezas naturais, o que não falta na cidade maravilhosa, são músicas que traduzem todo o clima e beleza do espírito carioca.

Dos clássicos de Tom Jobim ao Funk das comunidades, confira a seleção de 20 músicas que cantam a essência do Rio.


"Garota de Ipanema" (Vinicius de Moraes e Tom Jobim)
A música se tornou uma das referências internacionais, quando se fala do Rio. Em 2012, a música, inspirada em Helô Pinheiro, completou 50 anos.




"Cidade Maravilhosa" (André Filho e Aurora Miranda)
Marchinha composta por André Filho e arranjada por Silva Sobreira para o Carnaval de 1935. O famosos adjetivo para a cidade do Rio de Janeiro foi dado pelo escritor maranhense Coelho Neto como uma homenagem às suas belezas naturais.


"Zerovinteum" (Planet Hemp)
Lançada em 1997, a música define a dura realidade da violência no Rio de Janeiro, inclusive dentro das comunidades.



"Pelas tabelas" (Chico Buarque)
Aqui Chico canta sua aflição subjetivamente em meio ao "bocado de gente descendo as favelas" e pedindo sua "cabeça rolando no Maracanã".

"Cariocas" (Adriana Calcanhotto)
A música que destaca as características do povo foi lançada no álbum "A fábrica do poema", de 1997.

"Solteiro no Rio de Janeiro" (Toni Garrido)
Lançada em 1998, integrando a trilha sonora do filme "Como ser solteiro", A música reforça a fama dos cariocas de solteiros e destaca clima de "azaração" na cidade.



"Rio 40º" (Fernanda Abreu)
A canção, no ritmo do "batidão" do funk carioca, se tornou um hino moderno da cidade, fazendo referência às altas temperaturas registradas no Rio. Na música, o Rio é chamado de "cidade maravilha, purgatório da beleza e do caos".

"A voz do morro" (Zé Keti)
A canção foi composta em 1952 por Zé Keti e exalta o samba, ritmo característico dos morros cariocas. A música foi gravada por dezenas de artistas como Francisco Egídio, Cláudia Moreno, Demônios da Garoa e Luiz Melodia.



"Sou carioca, sou do Rio de Janeiro" (Gabriel O Pensador)
Composta por Martinho da Vila e Gabriel O Pensador, a música foi gravada pelos cantores e lançada no álbum de Martinho "Ao Rio de Janeiro", de 1994, que trazia 12 faixas ? todas inspiradas na cidade.


"Estação Derradeira" (Chico Buarque)
Nesta, ele homenageia São Sebastião do Rio de Janeiro e, em particular, a Estação Primeira de Mangueira, que inclusive o homenageou em seu enredo de 1998, quando dividiu o título do carnaval com a Beija-Flor.

"Rio" (Duran Duran)
Duran Duran lançou a música "Rio", faixa do álbum de mesmo nome, em 1982. Esse foi o segundo disco da banda britânica. A ideia da canção surgiu após uma visita do grupo à Cidade Maravilhosa.




"Rio de Janeiro" (Barry White)
O cantor americano, de voz extremamente grave e das músicas para amantes, sabia o que era bom. Não por acaso, também homenageou o Rio, onde amava a diversão no sol.


"Only a dream in Rio" (James Taylor)
Homenagem do cantor americano ao público que o ovacionou no primeiro Rock in Rio, em 1985, momento em que se encontrava distante dos hits de década de 1970 e retomando sua carreira após a separação da também cantora Carly Simon.

"Partido alto" (Cássia Eller)
Composta por Chico Buarque e regravada pela cantora Cássia Eller, no DVD "Acústico MTV", de 2001, a música vendeu mais de um milhão de cópias e se tornou o álbum de maior sucesso da cantora.




"Pão de Açúcar" (Erasmo Carlos)
O cartão-postal com seu bondinho é pano de fundo para a música do Tremendão Erasmo com letra sobre a malandragem, no caso excessiva de uma carioca sobre um turista.

"Carioca" (Chico Buarque)
"Carioca" foi lançada em 1999 no álbum "As cidades", fazendo referência a características e belezas da mulher natural do Rio de Janeiro e a bairros da Cidade Maravilhosa.



"Samba do avião" (Tom Jobim)
Em 1963, Tom Jobim compôs a canção que relatava a experiência de quem chega ao Rio de Janeiro e, do avião, e visualiza as belezas naturais da cidade.

"Do Leme ao Pontal" (Tim Maia)
A música escrita pelo próprio Tim, foi lançada em 1986 e rapidamente virou um hit nacional, que retrata as belezas da orla carioca, do Leme até o Pontal.


"Endereço dos bailes" (MCs Júnior e Leonardo)
A dupla de MCs Júnior e Leonardo entrou para a história do movimento funk carioca ao ser a primeira do estilo a gravar um CD por uma grande gravadora em 1995. Ao som do "batidão", os MCs começam exaltando o Rio de Janeiro. Em seguida, Júnior e Leonardo convidam a todos para uma viagem pelos melhores bailes funk da cidade.

"Aquele abraço" (Gilberto Gil)
Segundo Nelson Motta, os versos de "Aquele abraço", gravada em 1969, foram escritos logo após o cantor deixar a prisão em Realengo, na Zona Oeste do Rio, em plena Quarta-Feira de Cinzas daquele ano. "Era assim que os soldados me saudavam no quartel, com a expressão usada no programa do Lilico, humorista em voga na época, que tinha esse bordão. Comenta Gil sobre a famosa expressão "Aquele abraço"




Por Débora Blezer

Fonte: http://g1.globo.com

por Débora Blezer

#interessante

#suaopinião

Revista Cifras
Petaxxon Comunicação Online

© Copyright 2017

notícias | artigos | entrevistas | videos

©2017 Petaxxon Comunicação Online