Foto: SBT / divulgação

Arnaldo Saccomani, famoso produtor musical e jurado na TV, morre aos 71 anos

Morreu, na madrugada desta quinta-feira (27), o produtor musical Arnaldo Saccomani. Ele tinha 71 anos, completos na última segunda (24).

Informações divulgadas pela imprensa apontam que o produtor sofria de insuficiência renal e diabetes. Ele faleceu em seu sítio, localizado em Indaiatuba, no interior de São Paulo.

Famoso produtor musical, Arnaldo Saccomani trabalhou com artistas como Tim Maia, Rita Lee, Os Mutantes, Fábio Jr, Ronnie Von, entre outros. Exerceu funções importantes nos bastidores de gravadoras, como viabilizar os primeiros contratos de Mamonas Assassinas e Tim Maia.

Além disso, Saccomani atuou para estabelecer tendências na música brasileira. Ele foi um dos principais produtores do pagode romântico, de grupos como Sampa Crew, Os Travessos e Pixote. Trabalhou, ainda, com artistas relacionados à TV, como Larissa Manoela e Chiquititas.

Outra área de trabalho de Arnaldo bastante conhecida do público foi a de jurado de programas de calouros na TV. Ele fazia parte do júri de atrações como ‘Ídolos’ e ‘Astros’. Mais recentemente, integrou a equipe do quadro ‘Dez ou Mil’, do ‘Programa do Ratinho’.

Entrevista final de Arnaldo Saccomani

Foto: RedeTV! / divulgação

Em uma de suas últimas entrevistas, ao programa ‘Sensacional’, da RedeTV!, Arnaldo Saccomani fez críticas à performance vocal de Pabllo Vittar e elogiou o trabalho de Anitta.

Veja também:
Arnaldo Saccomani elogia Anitta e critica voz de Pabllo Vittar: 'ofende ouvidos'

Embora declare admirar a representatividade LGBT de Pabllo Vittar, Saccomani aponta que o trabalho da drag queen “ofende os ouvidos”. Por outro lado, o produtor elogiou Anitta, não só pelos vocais, como, também, pela forma como se apresenta.

Ainda durante o bate-papo, ele revelou que gostaria de ter trabalhado com Xuxa, apresentadora que já gravou vários discos, e Roberto Carlos. Sobre a ‘Rainha dos Baixinhos’, Saccomani declarou: “Sempre sonhei em produzir a Xuxa e nunca consegui. Sempre tive um pé no SBT e ela era global. Ia fazer dela uma artista do mundo, internacional”. Com relação a Roberto Carlos, o ex-jurado do ‘Ídolos’ comentou: “Nunca consegui que o Roberto Carlos gravasse uma música minha, mas também nunca mandei, porque fico sem graça”.